QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.

Casa do Côco.

Casa do Côco.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Prime Rastreamento Proteção Automotiva, Clique na Imagem e Acesse o Site da Prime.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Eduardo Cunha diz que está sereno e não vai renunciar nem retaliar

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, chamou de ilação a peça do Ministério Público Federal contra a sua pessoa e que estava sereno. Em coletiva ao vivo, ele também assegurou que estava tranquilo e que os seus advogados iriam cuidar da denúncia.
Cunha invocou a presunção de inocência e observou que já foi acusado antes pelo MP e que foi absolvido no STF. As palavras covardia e renúncia não fariam parte do seu dicionário, disse.
De acordo com a denúncia oferecida ao STF, parte da propina do petrolão foi paga em “transferências para Igreja Evangélica, a pedido de Eduardo Cunha”. O lobista Júlio Camargo, que delatou o presidente da Câmara, teria repassado R$ 250 mil à Assembleia de Deus em Madureira.
A denúncia contra o deputado Eduardo Cunha, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, foi feita nesta quinta-feira em Brasília, pelo procurador-geral Rodrigo Janot, no mesmo dia em que militantes pró-Dilma fizeram um protesto a favor de seu governo nas capitais. Cunha era um dos principais alvos dos protestos, ao lado de Joaquim Levy.
No dia anterior, Cunha já havia afirmado que a denuncia fazia parte de um acordão entre Janot, que está sendo reconduzido ao cargo, e o governo Dilma, que teria livrado a cara de Renan Calheiros, presidente do Senado também listado inicialmente no escândalo.
Em nota oficial, Edinho Silva, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, disse que o governo Dilma não iria se pronunciar sobre o conteúdo da manifestação do presidente da Câmara dos Deputados. “O governo da Presidenta Dilma acredita na isenção das instituições que apuram as denúncias”.
Além das denúncias contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Fernando Collor (PTB-AL) também foi denunciado ao STF por supostas irregularidades na operação Lava Jato.
Rodrigo Janot enfrenta sabatina no Senado para sua recondução ao cargo de procurador-geral da República, na próxima quarta-feira. Oposicionistas devem questioná-lo sobre a ausência de petistas e do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), na primeira leva de denunciados.NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420