QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.

Casa do Côco.

Casa do Côco.

Garanhuns Bijuterias

Garanhuns Bijuterias

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Lupi diz que Dilma fez 'apelo' para PDT permanecer na base governista

Uma semana após a bancada do PDT na Câmara anunciar sua saída da base de apoio ao governo para se tornar “independente”, o presidente nacional do partido, Carlos Lupi, afirmou nesta terça-feira (11) que a presidenteDilma Rousseff fez um “apelo” para que os deputados pedetistas voltem a apoiar os projetos de interesse do Executivo. Segundo Lupi, ele se reuniu nesta terça com Dilma no Palácio do Planalto.
O encontro, informou o presidente do PDT, ocorreu no início da tarde, ao final da cerimônia de lançamento do Plano de Investimento em Energia Elétrica. De acordo com Lupi, o vice-presidente Michel Temer – articulador político do governo – e o ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) também participaram da reunião.
G1 procurou a assessoria de imprensa do Planalto para confirmar a declaração de Lupi, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.
Segundo o pedetista, durante a audiência, ele explicou a Dilma, Temer e Mercadante que a decisão da bancada do PDT na Câmara se deu por conta de “divergências” com o líder do governo na Casa, deputado José Guimarães (PT-CE). Lupi não explicou quais seriam as divergência dos deputados pedetistas com o parlamentar do PT.
Ex-ministro do Trabalho, Lupi relatou que, em meio à conversa, ressaltou à presidente da República que o partido não está “rompido” com o Planalto. Ele também disse ter assegurado que a legenda não apoiará “qualquer ato de golpe” contra ela.
“Eu tive hoje [terça] uma conversa com a presidenta, com o vice [Temer] e com o Mercadante e ela fez um apelo para que o partido não saia da base aliada na Câmara. Mas eu deixei claro que nós não estamos rompendo com o governo, o partido continua apoiando o governo com ou sem cargos, mas existe, sim, uma situação de muitas divergências com a liderança do governo na Câmara. Isso nos fez romper com a base somente na Câmara. A nossa bancada se sente discriminada e diminuída, é isso”, contou Lupi ao G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420