Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

sábado, 15 de agosto de 2015

Policiais civis podem parar de novo

Não está descartada uma nova paralisação da Polícia Civil em Pernambuco. Desde o início, já foram cinco. O recado foi dado ontem pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Áureo Cisneiros, durante manifestação promovida pela categoria na Praça da Independência, no bairro de Santo Antônio, área central da cidade. “O governo insiste em não ouvir os policiais. Estamos trabalhando com 40% de nossa capacidade, sem estrutura e com o pior salário entre as polícias do Brasil”, afirma.
No início da manhã de ontem, cerca de cem policiais civis, além de funcionários do Instituto de Medicina Legal (IML), estiveram no protesto. Membros do Sinpol distribuíram aos pedestres uma carta entitulada “A verdade sobre o Pacto pela Vida”, onde alegam que Pernambuco voltou a ser um dos Estados mais violentos do Brasil. “Existe a perspectiva de fecharmos o ano com mais de quatro mil homicídios. Os assaltos a bancos tiveram um aumento de 300%, e foram roubados ou furtados 7.955 veículos de janeiro a junho deste ano. Além disso, 150 mulheres foram assassinadas no Estado entre janeiro e agosto”, afirma o presidente. Ainda segundo o Sinpol, os 971 assaltos a ônibus registrados no Estado em de janeiro e julho de 2015 significam um aumento de 42% em relação ao mesmo período do ano passado. Para Cisneiros, o aumento da violência em Pernambuco está condicionado à incapacidade das polícias em prevenir crimes e investigar os que já ocorreram. “A Polícia Civil, a quem cabe as investigações, está sucateada. Delegacias estão fechando por falta de estrutura, coletes e munições estão vencidos, colocando em riso as vidas dos policiais”, alega. Segundo ele, muitos procedimentos estão deixando de ser feitos no Instituto de Medicina Legal (IML) por falta dos equipamentos adequados. “Estamos usando facas peixeiras para abertura de cadáveres, quando deveriam existir bisturis especiais para o serviço”, conta um auxiliar de legista, pedindo para ter a identidade preservada. 
Alguns dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) vão de encontro àqueles fornecidos pelo Sinpol. A SDS afirma que o número de veículos furtados ou roubados foi de 2.509 de janeiro a julho, e não os 7.955 anunciados pelo sindicato. Com relação aos assaltos a agências bancárias, o governo afirma que foram 47 em 2014 e 49 entre janeiro e julho deste ano. No que diz respeito aos homicídios, a Secretaria de Defesa Social alega que foram 2.178, entre janeiro e julho deste ano.Ne10

Nenhum comentário:

Postar um comentário