Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Policial atira na cabeça do outro dentro de viatura no Recife neste domingo

Vítima  Cabo Adriano do 11º BPM- Apipucos/Recife PE

Acusado  Soldado Flávio Oliveira
Quando condenado, o policial poderá pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Na manhã deste domingo (30), dois policiais se envolveram numa discussão e um atirou na cabeça do outro ainda dentro da viatura. O crime aconteceu no bairro de Apipucos, na Zona Norte do Recife, e uma terceira pessoa, uma soldada, foi testemunha do caso. A vítima, cabo Adriano Batista da Silva, morreu após ser encaminhada em estado grave ao Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife.

Os três policiais faziam parte do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e estavam realizando o policiamento ostensivo motorizado quando o crime aconteceu. A vítima era o comandante da viatura e tinha cerca de dez anos de serviço.

O soldado da PM que efetuou o disparo, identificado como Flávio Oliveira, está detido numa cela do batalhão, em Casa Forte, onde também se encontra a soldada que testemunhou o crime e está em estado de choque. As primeiras informações dão conta que o dois policiais estavam discutindo sobre questões relacionadas às cotas raciais desde o início do plantão e, no no fim do serviço, a briga se intensificou.

Em nota oficial, a Polícia Militar de Pernambuco se posicionou repudinado o ato violento: "O comando da PM repudia a forma assustadora e violenta em que ocorreu o episódio. O comando reconhece que o crime não choca apenas a sociedade Pernambucana, como também os cerca de 20.300 policiais militares, valorosos homens e mulheres, que na causa da segurança pública dedicam suas vidas para proteger o cidadão em todo território estadual, envergando seus uniformes e patrulhando cada região de Pernambuco com suas mais de 1.000 guarnições lançadas diariamente.


ne10



Nenhum comentário:

Postar um comentário