Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@@gmail.com Fone: (87) 9 8164-4420 Whatsapp: (87)9.9962-6354

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.

Casa do Côco.

Casa do Côco.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Cursos de Confeitaria com Profissionais Renomados Clique na Imagem e faça sua inscrição.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Prime Rastreamento Proteção Automotiva, Clique na Imagem e Acesse o Site da Prime.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

sábado, 5 de setembro de 2015

Justiça manda Facebook remover perfis falsos de empresa brasileira


O Facebook foi obrigado pela Justiça de São Paulo a remover os perfis falsos da empresa Sicpa Brasil Indústria de Tintas e Sistemas e do empresário Philippe Amon, executivo da Sicpa, além de pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais a cada um.

A decisão foi tomada pelo desembargador Alexandre Lazzarini, relator do processo, e publicada em acórdão pela 9ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. Além da indenização, a rede social de Mark Zuckerberg também foi obrigada a revelar os IP -o endereço eletrônico- dos criadores das páginas falsas. Caso descumpra a decisão, a rede receberá multa de R$ 5.000 por dia.

"Na imagem do perfil atribuído ao coautor aparece a foto de um homem em traje íntimo, com as mãos sobre o órgão sexual. Além disso, nas qualificações pessoais, consta que seria do sexo feminino", diz o processo. Quando soube das páginas "fakes" na internet, Amon e a Sicpa, de forma extrajudicial, pediram para que o Facebook as retirasse do ar, o que não foi atendido.

A Sicpa ouviu como resposta que essa era uma atribuição das empresas Facebook Inc e Facebook Ireland Ltd, sediadas nos Estados Unidos e na Irlanda, respectivamente, e que a versão brasileira da companhia funciona apenas como escritório de vendas.

Assim, se quisessem remover as páginas era preciso usar as ferramentas de denúncia do próprio Facebook. Insatisfeitos com a resposta, Amon e a Sicpa procuraram a Justiça, que desconsiderou o argumento apresentado pelo Facebook de a parte sediada no Brasil não ser responsável pela manutenção do que é publicado no site.
Procurado pela reportagem, o Facebook não se manifestou até a última quinta-feira.


Da FolhaPress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420