QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.

Casa do Côco.

Casa do Côco.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Prime Rastreamento Proteção Automotiva, Clique na Imagem e Acesse o Site da Prime.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

DESEMPREGO FAZ INADIMPLÊNCIA DO RECIFE SUBIR.

Do NE10
Soma do cartão de crédito com o cartão de loja fez 50% dos entrevistados se endividarem / Foto: Agência Brasil
Soma do cartão de crédito com o cartão de loja fez 50% dos entrevistados se endividarem
vulgada na manhã desta terça-feira (10) pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) apontou o desemprego como principal causador da inadimplência no Recife, o que não ocorria desde 2013.
O estudo do Perfil de Inadimplência, feito de 21 a 25 de setembro pela CDL, revela que 28% dos consumidores entrevistados estão endividados pela perda do emprego. Este número reflete um aumento de 16,5 pontos percentuais na comparação anual.

A falta de planejamento e o descontrole foi resposta de 16% dos entrevistados. Ter sido fiador ou avalista foi o motivo de 15% se endividarem. A capital pernambucana segue uma tendência nacional, devido à crise enfrentada pelo País, segundo a CDL.

O cartão de crédito foi o vilão para a maioria dos recifenses, provocando o endividamento em 32%. Quando somado com o cartão de loja, o número sobe para 50%. O empréstimo bancário cresceu 14,6 p.p. na comparação com 2014, atingindo 23%.

A pesquisa também revelou que houve crescimento no grau de endividamento das famílias: 24% delas têm entre 51% e 80% da renda comprometida com o pagamento de contas. No ano passado, este número era de 5% em setembro. Além disso, 10% das famílias estão com mais de 81% da renda comprometida com as dívidas.

Também cresceu em 13,9 p.p. os consumidores negativados pela primeira vez na comparação anual. Não conseguiram honrar as dívidas pela primeira vez 46% dos entrevistados. A negativação é recorrente para 48% dos inadimplentes.

No estudo, a CDL percebeu aumento no número de clientes inadimplentes que disseram não ter condições de pagar suas dívidas: de 33%, em abril, o número passou para 46%, em setembro. 

A maior parte dos consumidores (54%) afirmou que pretende quitar os débitos integral ou parcialmente. 56% dos clientes disseram que têm dificuldade de negociar as dívidas com as empresas.

Dos entrevistados, 17% alegaram não saber como fazer para economizar dinheiro. Já 13% disse que sua dificuldade é que os débitos são muito maiores do que os ganhos.

Além do descontrole com o dinheiro, a pesquisa também revelou que a alta inflação refletiu na relação ganhos x gastos. Não sobrou nada das economias de 50% dos entrevistados, que ainda ficaram com dívidas. 

Já para 16% não sobrou nada, mas não se endividaram. Outros 16% conseguiram terminar o mês com dinheiro sobrando e ainda guardaram na poupança, fizeram aplicações ou deixaram reservado.

A percepção financeira atual dos consumidores também piorou. A avaliação de 27% foi de que a situação estava péssima. As avaliações positivas diminuíram, com 35% respondendo "ótima" e 10%, "boa". Regular foi a resposta de 41%.

PERFIL - As pessoas entre 21 e 50 anos - maior parte dos economicamente ativos -somam 69% dos inadimplentes no Recife. Apesar disto, a pesquisa percebeu crescimento no número de idosos inadimplentes.

As pessoas com mais de 60 anos correspondem a 14% dos que não conseguiram arcar com as dívidas. Este é o maior valor observado nessa faixa etária desde o início da pesquisa, em 2011, de acordo com a CDL.

Os homens ainda são a maioria dos inadimplentes (51,6%). A população cuja renda mensal é de até 3 salários mínimos correspondeu a 82% dos negativados. As pessoas com ensino médio completo ou incompleto são 53%. Os profissionais de empresa privada somam 24%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420