Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.
Garanhuuns-PE

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Policial militar é baleado por traficantes e arrastado por cavalo até a morte

Na madrugada desta segunda-feira (28) o corpo de um soldado da Polícia Militar foi encontrado em Nova Iguaçu (43 km do Rio de Janeiro) com sinais de tortura. Segundo informações, o crime ocorreu quando o policial identificado como Bruno Rodrigues Pereira se preparava para dormir momento em que teria recebido uma ligação para ir buscar o irmão em uma comunidade. O soldado chegou a ligar para sua esposa e dizer que achou o lugar que iria buscar seu irmão muito estranho. Durante o trajeto Bruno foi parado por bandidos que descobriram que ele era da Policia Militar. Ainda segundo informações, os marginais efetuaram um disparo contra o soldado que ao cair foi amarrado e arrastado por um cavalo pelas ruas da favela. O irmão de Bruno diz ainda ter visto seu carro passando em alta velocidade e com o porta-malas aberto e em seguida os bandidos teriam jogado a farda, a pistola e os documentos do policial para fora do veículo. De acordo com a PM, um adolescente de 17 anos confessou que teria montado o cavalo que arrastou o policial. Outros 05 adolescentes foram apreendidos e 08 adultos foram presos suspeitos de envolvimento na morte do policial. O corpo do soldado foi enterrado nesta última terça-feira (29). A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga o caso. 


fonte portal plantão policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário