Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

EM NOVA POLÊMICA ENVOLVENDO DOM MOURA, MÃE DIZ QUE FALTA DE MÉDICO NO HOSPITAL REGIONAL PROVOCOU MORTE DE SEU FILHO DE APENAS 22 DIAS





É cíclico. Vez ou outra, o Hospital Regional Dom Moura se vê envolvido em polêmicas que se iniciam com denúncias de pacientes relatando demora e precariedade no atendimento, falta deste, e até óbitos por suposta negligência daquela unidade hospitalar.  Neste dia 11 de janeiro, mais um caso eclodiu na imprensa e nas redes sociais. Um bebê de apenas 22 dias veio a óbito após, segundo a mãe, ter sido levado ao Dom Moura e por falta de médico pediatra não ter sido atendido.
A mãe é Daniele Portugal Ferreira de Melo, de 25 anos, residente na Rua Delmiro Gouveia, bairro São José. Ela diz ter comparecido às 8h30min de hoje, 11/01, ao setor de urgência do Dom Moura com o filho recém nascido. Ele havia acordado chorando, levando Daniele a procurar ajuda médica. Ela chegou à recepção do HRDM, mas foi informada de que não havia médico pediatra. Ainda segundo à mãe, a funcionária teria a orientado a procurar outra unidade de saúde, já que outro profissional não poderia atender o bebê por não ser especialista na área. A mulher entrou em desespero e se dirigiu a um PSF no bairro São José, mas era tarde demais pra salvar o pequeno Daniel. Ele desfaleceu antes de chegar ao local. Os profissionais do PSF ainda tentaram salvá-lo, fazendo um processo de reanimação. O SAMU e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas de nada adiantou e ele veio a óbito. A mãe entrou em choque e a Polícia Civil foi acionada, comparecendo ao local e encaminhando o corpo para o Serviço de Verificação de Óbito em Caruaru.
Daniele afirmou que seu filho nasceu de parto normal no dia 22 de dezembro no Hospital Infantil Palmira Sales, porém, durante o parto não havia pediatra e o pequeno Daniel recebeu alta mesmo suando muito e sem o laudo de um pediatra.   “MEU FILHO MORREU POR FALTA DE MÉDICO PEDIATRA NO HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA”, disse a mãe inconformada.
O Caso foi parar na delegacia e um inquérito será instaurado para apurar responsabilidades. Na mesma linha, um procedimento administrativo interno será aberto no Hospital Dom Moura para investigar os fatos. Segundo o diretor do Hospital, Luiz Melo, ninguém até o momento procurou aquela unidade de saúde para informar sobre o ocorrido. Ainda segundo o diretor, hoje tem pediatra de plantão.
(Com informações dos Blogs VeC Garanhuns e Arlete Santos Notícias
)

Nenhum comentário:

Postar um comentário