Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

“Messi me ama”: Menino afegão da camisa de plástico ganha uniforme autografado de Messi

Murtaza Ahmadi agora se mostra realizado com a camisa autografada – Foto: Reprodução Facebook
Murtaza Ahmadi agora se mostra realizado com a camisa autografada – Foto: Reprodução Facebook
O menino afegão Murtaza Ahmadi, 5 anos, que comoveu a web ao usar uma camisa feita de sacola plástica do ídolo Lionel Messi, recebeu finalmente seu presente: uma camisa oficial da seleção argentina autografada pelo craque.
Segundo a Agência ANSA, o anúncio da entrega do presente foi feito pela Unicef do Afeganistão, que postou fotos do menino jogando bola já vestindo a camisa. “Eu amo o Messi e na minha camisa está escrito que o Messi me ama”, disse Ahmadi à entidade nesta quinta-feira.
A foto do pequeno afegão viralizou na Internet e uma busca internacional foi realizada para tentar encontrar a criança, que acabou sendo localizada pela emissora britânica “BBC”. A sacola havia sido cortada em formato de regata e Ahmadi escreveu o número 10 e o nome de Messi na “camisa”.
O porta-voz da Federação Afegã de Futebol (AFF), Syed ali Kazemi, chegou a anunciar que o menino encontraria Messi, mas a data do encontro não foi confirmada. Ahmadi pertence à minoria étnica hazara e é filho de um agricultor refugiado que mora em Ghazni, no Afeganistão

Nenhum comentário:

Postar um comentário