Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Dilma usará Bolsa Família contra o impeachment

Fonte: Gazeta do Povo – O Palácio do Planalto decidiu politizar a defesa formal da presidente Dilma Rousseff, a ser apresentada nesta segunda-feira (4) na comissão especial da Câmara que analisa o processo de impeachment. O tom será dado pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, que poderá falar por duas horas.
A estratégia será explorar argumentos de que, além de não ter cometido crime de responsabilidade, Dilma tomou uma decisão que ajudou a preservar importantes programas sociais, como o Bolsa Família. O Planalto sustenta que a estratégia contábil, classificada de “pedalada fiscal” pelos acusadores da presidente, foi um mecanismo da relação entre o Tesouro e os bancos previsto em regras contratuais.
avaliação é que o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, foi muito bem na explanação da semana passada, mas ela foi muito técnica. A própria presidente concluiu, em conversa com ministros mais próximos, que é necessário dar um tom mais prático à defesa contra as “pedaladas” e não apenas se resumir a aspectos jurídicos e legais de que não houve crime de responsabilidade. “O Cardozo é um homem de tribuna. Ele vai misturar improvisos com o que está escrito na defesa”, disse o deputado Wadih Damous (PT-RJ), aliado do ex-presidente Lula nas articulações.
O presidente da comissão especial, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), disse que abrirá a reunião às 14 horas. Acrescentou que a defesa de Dilma deverá ser entregue às 16h30, e Cardozo falará das 17 horas às 19 horas. A participação de Cardozo na comissão especial foi articulada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário