Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Dilma usará Bolsa Família contra o impeachment

Fonte: Gazeta do Povo – O Palácio do Planalto decidiu politizar a defesa formal da presidente Dilma Rousseff, a ser apresentada nesta segunda-feira (4) na comissão especial da Câmara que analisa o processo de impeachment. O tom será dado pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, que poderá falar por duas horas.
A estratégia será explorar argumentos de que, além de não ter cometido crime de responsabilidade, Dilma tomou uma decisão que ajudou a preservar importantes programas sociais, como o Bolsa Família. O Planalto sustenta que a estratégia contábil, classificada de “pedalada fiscal” pelos acusadores da presidente, foi um mecanismo da relação entre o Tesouro e os bancos previsto em regras contratuais.
avaliação é que o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, foi muito bem na explanação da semana passada, mas ela foi muito técnica. A própria presidente concluiu, em conversa com ministros mais próximos, que é necessário dar um tom mais prático à defesa contra as “pedaladas” e não apenas se resumir a aspectos jurídicos e legais de que não houve crime de responsabilidade. “O Cardozo é um homem de tribuna. Ele vai misturar improvisos com o que está escrito na defesa”, disse o deputado Wadih Damous (PT-RJ), aliado do ex-presidente Lula nas articulações.
O presidente da comissão especial, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), disse que abrirá a reunião às 14 horas. Acrescentou que a defesa de Dilma deverá ser entregue às 16h30, e Cardozo falará das 17 horas às 19 horas. A participação de Cardozo na comissão especial foi articulada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário