Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

domingo, 8 de maio de 2016

Gil PM chama Nelma de “desocupada” e tenta agredir Sivaldo Albino em reunião na Câmara.

Na quarta-feira na Câmara, o vereador PM tentou agredir Sivaldo Albino. Só não o fez, porque 
Albino retruco e porque algumas pessoas presentes, acabaram impedindo a ação ofensiva.

O Vereador Gil PM, eleito em 2012 pelo Partido Republicano Progressista (PRB), com 916 votos, e hoje no Partido Social Cristão (PSC), deu mais um exemplo na Câmara de Vereadores de Garanhuns na manhã da última quarta-feira, 4 de maio, de como não se deve agir, tão pouco se comportar como parlamentar, ou mesmo cidadão, algo que ele parece estar distante de entender o que significa. Diante de um plenário lotado de espectadores, Gil não pensou duas vezes, e após a vereadora Nelma Carvalho obter terminar de discursar, ele a agrediu com palavras de baixo calão. Disse que Nelma era “desocupada, que não tinha o que fazer, que fosse procurar um emprego”. Centenas de pessoas presenciaram a fala.

Diante da agressão, Sivaldo, que é o Líder da Oposição na Câmara, não mediu esforços e como de sua característica, saiu em defesa de Nelma. Cobrou do vereador Gil PM que a respeitasse. Se não a respeitasse como vereadora, ao menos como mulher. Nesse momento o bate-boca inflamou de vez. Gritos tomaram conta da Casa Raimundo de Moraes, que atualmente está funcionando em anexo no auditório da Faculdade de Administração de Garanhuns (Faga).

Nelma chocada e na defensiva dizia: “Tem que me respeitar, eu não disse nada, não falei nem com você (Gil). Oxente eu disse nada com essa criatura homi, eu tô fazendo meu trabalho aqui. Eu não toquei no nome desse homem. Agora eu tenho que ser respeitada e vou buscar meus direitos. E eu não me calo, eu disse alguma coisa com esse homem?”

Já Sivaldo, antes do tumulto e na tentativa de manter uma conciliação, repetia incessantemente: “você não tem o direito de fazer isso com ela Gil”. Daí então, o vereador polícia que atira para todo lado, resolveu fazer alvo em Albino. Foi onde ele “rasgou a boca”. “Você não é nada rapaz. Você não é nada. Você... vá, se intrometa. Você desacatou um sargento, você. Você quer resolver como”, gritava Gil em direção a Sivaldo.

Em, resposta Albino defendeu: “Num dê uma de doido não. Respeite a mulher. Resolva comigo! Tire onda de doido pra cima de mim! Tire uma de doido pra cima de mim!”, ainda batendo:” “Atira pra todo mundo. Ele não respeita como vereadora, respeite a mulher rapaz. Respeite a mulher”.

Como Gil não suportou a pressão, acabou saindo da reunião em disparada. Já Nelma foi acolhida em solidariedade por todos os vereadores presentes, que é claro, não concordaram com a posição do vereador mais transtornado, problemático e desequilibrado que já se viu na história recente e antiga da Câmara de Vereadores de Garanhuns.

Motivo da briga: A discussão aconteceu em real, porque o vereador Gil PM não aceitou o fato de sua colega, Nema Carvalho ter conseguido barrar a doação que o Prefeito Izaías pretendia fazer, através do Projeto de Lei nº 19/2016. Na proposta, o executivo local pretendia doar uma área no Loteamento São Carlos, Bairro Severiano Moraes Filho, de 1844 metros quadrados para a instalação da empresa Gamel Garanhuns Metalúrgica LTDA.

Nelma e os moradores do bairro eram contra a doação, já que o espaço oferecido pelo Prefeito Izaías Régis está numa área reservada para aparelhamento público, onde devem ser construídas prioritariamente escolas, creches, academias da cidade ou ainda postos de saúde. Como a pauta do Projeto foi trancada, através de Nelma e da população, que esteve presente a reunião, Gil, que é ferrenho defensor de Izaías disparou contra a vereadora.

Outro embate, desencadeou o confronto entre Sivaldo e Gil. É que Albino votou contra dois requerimentos do PM. Um pedia o estudo para viabilidade de privatização dos Cemitérios São Miguel e São Cristóvão e o outro requeria a saída da feira livre da rua Oliveira Lima, bairro do Heliópolis, para a entrada da Comunidade da Liberdade, mais conhecida como raposa, ambos requerimentos rejeitados pela casa.

Sivaldo votou contra os dois pedidos, e aparentemente, isso motivou descontentamento por parte do vereador Gil PM. Ano passado, Gil agrediu duas mulheres na Câmara (relembre   aqui). Neste início de ano, foi a vez da Vice-líder da Oposição, Nelma Carvalho (PSB), provar de seu veneno. Na discussão ocorrida quarta-feira passada (4), Gil ainda tentou agredir Sivaldo, só não o fez porque foi impedido por algumas pessoas que estiveram presentes a 13º reunião ordinária.
.

Conselho de ética da Casa (foto acima), que sempre foi omisso, certamente continuará a não exercer seu papel , que é de atuar junto as causas que fogem as normalidades e que compreendem quebra de decoro parlamentar. Deste (Conselho), não esperamos quase nada, já que em outro momento o mesmo vereador problemático já chegou a quebrar parte de seu gabinete, após uma reunião em que ele não conseguiu aprovar um requerimento de sua autoria (relembre aqui).

Na Câmara do Deputados, o Presidente, Eduardo Cunha é investigado por obter dinheiro indevidamente, através de corrupção, tanto pela Operação Lava Jato, comandada pelo Juíz Sérgio Moro, quanto pelo Conselho de Ética da Casa, já que o parlamentar mentiu, ao dizer que não detinha recursos, tão pouco contas fora do país.

Aqui, Gil é investigado pelo Ministério Público de Pernambuco, em Garanhuns. É que tramita na 1º Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, um procedimento preparatório para abertura de Inquérito Civil sobre denúncia onde o vereador figura como autor de ato ilícito improbo, já que no ano de 2013 (seu primeiro ano de mandato), ele recebeu irregularmente da Polícia Militar, cerca de R$ 20 mil reais


Blog Gidi Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário