Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Prefeito de Catende acusado de corrupção, vai para prisão domiciliar.



O prefeito afastado Otacílio Alves Cordeiro, de Catende, Mata Sul do estado, preso no dia 02 de junho, em sua residência, durante a "Operação Tsunami", retorna nessa terça-feira (21/06) para sua casa depois de 19 dias encarcerado no COTEL (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna). Ele é acusado de comandar um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro na prefeitura da cidade entre os anos de 2011 e 2012.

Apoiadores do líder político estão organizando uma grande manifestação para recebê-lo no município no fim da tarde, com fogos, carreata e gritos de ordem. A informação é da assessoria jurídica do prefeito afastado, que já havia entrado com um pedido de prisão domiciliar, alegando problemas de saúde do cliente, negado pela Justiça na última sexta-feira (17/06). Dessa vez, o Tribunal de Justiça de Pernambuco concedeu o pedido dos advogados.

Ainda na sexta-feira, através de uma liminar da Justiça Eleitoral de Catende, o vice-prefeito Josebias Cavalcante tomou posse interinamente do posto de chefe do Poder Executivo, fato que, segundo o texto jurídico, já deveria ter acontecido desde a prisão de Otacílio Cordeiro.

ENTENDA O CASO

A Polícia Civil de Pernambuco, através da coletiva de imprensa ocorrida na sexta-feira (03/06), divulgou os dados coletados na 15° Operação de Repressão Qualificada, apelidada de "OPERAÇÃO TSUNAMI”, que prendeu, na manhã de quinta-feira (02/06), o prefeito Otacílio Cordeiro e parte de seu secretariado por crime contra a Administração Pública. As informações dão conta da apreensão de vultosa quantia em dinheiro, além de grande quantidade de armas e munições em posse da quadrilha apreendida.

As investigações dizem respeito ao período entre 2011 e 2012. De acordo com dados apresentados pela doutora Patrícia Domingos, da DECASP (Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos), que comandou todo o trabalho, o prejuízo total ao erário gira em torno de R$ 5 milhões. Segundo ela, a operação teve início em outubro de 2015, a partir de uma denúncia da Procuradoria-Geral de Justiça de Pernambuco, após suspeitas de superfaturamento de licitações da prefeitura com o Posto Canavieiro, de propriedade do filho do prefeito Otacílio Cordeiro, que não teve nenhum concorrente no processo licitatório:

- “Nós iniciamos as investigações a partir das licitações feitas entre a prefeitura e o posto de combustível de propriedade de um de seus filhos. Todos os contratos de fornecimento de combustível dos transportes ligados à administração foram assinados com esse posto”, explicou.

DINHEIRO EM POSSE DO GRUPO

Em posse da quadrilha havia uma enorme quantia de dinheiro em espécie. Na casa de Otacílio Cordeiro, dentro de uma gaveta, os policiais encontraram o valor de R$ 758.393,00 (setecentos e cinquenta e oito mil, trezentos e noventa e três reais). No Posto Canavieiro foram encontrados R$ 438.748,00 (quatrocentos e trinta e oito mil, setecentos e quarenta e oito reais). Já na Gerar Produções, empresa envolvida nas licitações irregulares, havia o montante de R$ 75.383,00 (setenta e cinco mil, trezentos e oitenta e três reais).

Ao todo, foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva e um flagrante: quatro mulheres e oito homens, entre eles, o caseiro, que guardava armas ilegalmente na propriedade de Otacílio; o filho do prefeito Ronaldo Alves Cordeiro, além da nora, que administra o Posto Canavieiro. Os homens ficarão encarcerados no Quartel da Polícia Civil e as mulheres, em celas da Penitenciária Feminina do Bom Pastor, em Recife, até o fim das investigações.

Nova mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário