Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Local do Som Equipadora e Auto Center.

Local do Som  Equipadora e Auto Center.
Garanhuuns-PE

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Preso em PE o suspeito de matar o cantor paraibano em João Pessoa


Um jovem de 18 anos foi preso nessa quarta-feira (8), no município de Ponta de Pedras, em Pernambuco, apontado pela Polícia Civil da Paraíba como uma das pessoas que mataram o cantor Pablo Escobar (FOTO), durante um assalto no Centro Histórico de João Pessoa, em maio deste ano. O rapaz, segundo o delegado Gustavo Carleto, cometeu o crime três dias depois de ter deixado o Centro Educacional do Adolescente (Cea), onde estava recolhido por roubo. Ele foi o segundo a ser preso pelo latrocínio (roubo seguido de morte).



Segundo delegado Gustavo Carleto, titular da Delegacia da Infância e Juventude de João Pessoa, após o crime, o rapaz foi para a casa de um tio em Pernambuco. As investigações se aprofundaram e a Polícia Civil recebeu a informação de que o segundo envolvido no crime estaria no estado vizinho. A Delegacia de Crimes contra o Patrimônio da Capital participou das investigações.

“Colhemos mais detalhes da localização do envolvido e conseguimos prendê-lo, depois que foi expedido o mandado de busca contra o jovem. Ele confessou a participação no crime, mas disse que não tinha a pretensão de matar o cantor, mas apenas de roubar o celular, que estava dentro de um carro. A vítima teria reagido e como ele [suspeito] estava com a arma engatilhava disparou acidentalmente, segundo disse em depoimento”, comentou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o depoimento do jovem é semelhante ao que foi dito pelo menor apreendido dias depois do crime. “Os depoimentos foram iguais. Eles confessaram o latrocínio e disseram que já praticaram outros roubos juntos. O que foi preso hoje [quinta] tinha deixado o CEA três dias antes da morte do cantor”, falou.

Para o delegado, o inquérito está encerrado. O jovem não vai ser levado para um dos presídios de João Pessoa porque quando praticou o crime era menor de idade. Sendo assim, conforme prevê o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), o suspeito vai ser levado para o CEJ (Centro Educacional do Jovem).

Nenhum comentário:

Postar um comentário