Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Professora é presa na PB por abusar de criança de 9 anos, ela era vizinha da vítima



Foi presa nesta terça-feira (21) a professora Meg Adelizaipe Pereira da Silva, de 26 anos, na cidade de Duas Estradas, Brejo do estado, a 124 km de João Pessoa. Ela foi condenada a 9 anos de prisão em regime fechado por atos libidinosos contra uma menina de 9 anos.

O delegado Ricardo Sena, superintendente da 8ª Seccional de Polícia Civil de Guarabira, informou que o caso teria ocorrido em 2010 quando a mãe da garota denunciou a professora pelo crime.

“Conforme consta nos autos, a criança era vizinha da professora e sempre frequentava a casa dela. Nesse período, a condenada colocava filmes pornôs para a menina assistir e daí começava os atos libidinosos. Exame feito na criança na época comprovou que garota foi deflorada”, afirmou.

A denúncia foi feita ao Ministério Público que apresentou denúncia à Justiça. A professora apresentou defesa, mas foi condenada a 9 anos e seis meses de prisão. Meg Adelizaipe, que está grávida de 8 meses, ainda recorreu da decisão, mas teve os pedidos de relaxamento da prisão negados.

A acusada foi levada para a Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em João Pessoa, onde deve cumprir a sentença judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário