Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Festival de Inverno de Garanhuns celebra a diversidade cultural do povo brasileiro

Festival de Inverno de Garanhuns celebra a diversidade cultural do povo brasileiro

Atrações de todas as linguagens da arte e da cultura ocupam 22 polos. Ações especiais contribuem para que cada vez mais pessoas vivam o festival. 




Vai começar mais uma temporada de inverno e muita cultura em Pernambuco. De 21 a 30 de julho, o 26º Festival de Inverno de Garanhuns movimenta o Agreste com uma intensa agenda de difusão e formação nas mais diversas linguagens artístico-culturais. Realizado pelo Governo de Pernambuco (Secult-PE e Fundarpe) e contando com as parcerias da Prefeitura de Garanhuns, da Cepe Editora, do SESC e do SEBRAE, o FIG é o maior festival do estado. Este ano, presta homenagem ao mestre de todos os ritmos, o percussionista Naná Vasconcelos, símbolo eterno da diversidade e da riqueza cultural da nossa gente.

“Chegamos à 26ª edição do FIG com ainda mais certeza de que este é um momento ímpar de celebração da nossa arte e da nossa cultura. Uma oportunidade imperdível para trocas culturais, um intenso e democrático mergulho nos diferentes modos de fazer cultura em nosso tempo”, convida Marcelino Granja, Secretário de Cultura de Pernambuco.

Do forró à música erudita, da cultura popular à atração reconhecida em todo o país, o FIG 2016 reafirma seu compromisso com a promoção dos artistas nacionais, com destaque para a inquestionável riqueza da produção cultural nordestina. Para Márcia Souto, Presidente da Fundarpe, “a programação reflete a pluralidade de ritmos e expressões que ajudam a formar a identidade do povo brasileiro; e também revela a qualidade técnica e o mérito artístico dos nossos fazedores de cultura”.

Além de shows musicais, milhares de pessoas terão acesso gratuito a mostras de Cinema, Fotografia e Artes Visuais; ações de Design, Moda, Artesanato e Literatura; espetáculos de Circo, Dança e Teatro; apresentações de Cultura Popular; e a uma vasta programação de Formação Cultural, como oficinas e rodas de diálogo. A valorização do Patrimônio Cultural pernambucano, dos saberes de Povos Tradicionais e o enlace entre Cultura & Educação também figuram como eixos centrais do 26º Festival de Inverno.

“Como uma ode à diversidade que impera na cultura brasileira, a programação do FIG revela um exercício curatorial que considerou a riqueza cultural nordestina; a influência das manifestações tradicionais no fazer artístico; o papel do negro e da mulher na arte; e a urgência de iniciativas que ampliem o acesso de cada vez mais pessoas a shows, espetáculos e mostras artísticas”, destaca André Brasileiro, coordenador executivo do Festival.

HOMENAGEM A NANÁ VASCONCELOS

A dedicação de Naná às artes e seu empenho em revelar ao mundo toda a força da nossa cultura inspiram o FIG 2016. São qualidades que se refletem numa programação diversa, plural, que amplia diálogos entre tradição e novidade, do jeito que Naná sempre estimulou.

Marcando a abertura oficial do FIG (quinta, 21/7), o Grupo Voz Nagô, o músico Zé Manoel e a intérprete Virgínia Rodrigues vão cantar para Naná na Catedral de Santo Antônio. O Concerto Afro-nordestino contará com a presença do Governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Já na noite do sábado (23), todo o público da Praça Mestre Dominguinhos vai poder reverenciar o percussionista – único brasileiro vencedor de 8 prêmios Grammy - falecido no último 9 de março. É que Zeca Baleiro e Paulo Lepetit vão apresentar, pela primeira vez em Pernambuco, o projeto Café no Bule, uma verdadeira mistura de aromas musicais e sonoridades brasileiras - uma das últimas ‘invenções’ e parcerias artísticas de Naná.

POLOS OFICIAIS

A programação vai se espalhar novamente por toda a Garanhuns, ocupando os 20 polos oficiais e também ruas e praças, por meio de intervenções e atividades descentralizadas.

> PALCO MESTRE DOMINGUINHOS

Local do maior palco do festival, a Praça Mestre Dominguinhos (antiga Guadalajara) será tomada por um público diverso, durante nove dias de shows. Os destaques do primeiro fim de semana são grandes intérpretes e compositoras da música brasileira: Elza Soares, Gal Costa, Karina Buhr, Larissa Luz e Elba Ramalho. Mantendo o pique da programação, também se apresentam por lá artistas e grupos admirados em todo o país, como os pernambucanos Alceu ValençaOttoSantannaSiba Maciel Melo; as bandas Nação Zumbi e Academia da Berlinda; e as cantoras Roberta Sá e Margareth Menezes. Encerrando a programação no sábado (30), sobem ao palco a caruaruense Fulô de Mandacaru e uma referência da música pop nacional, a banda Biquini Cavadão.

> PALCO POP

Uma apurada seleção de música contemporânea - com recorte para a cena autoral nordestina - é o que o público do festival vai encontrar nesta edição do Palco Pop. Do rap da Combo X ao reggae da N’Zambi, passando pela excelência de intérpretes e compositores como Geraldo MaiaSandyalê, Nuria Mallena, Mônica FeijóValdir Santos, Zeca Viana e Erasto Vasconcelos, o polo recebe as mais diversas sonoridades, em cinco dias de programação.  O rock das bandas Volver e Plutão Já Foi Planeta, além do hardcore da Saga HC e Diablo Motor também estão confirmados no palco, agora em novo local, bem próximo à Rodoviária (atrás do Parque Euclides Dourado).

> PALCO FORRÓ

O ritmo mais nordestino que existe segue merecendo um palco dedicado a perpetuar o legado de mestres como Dominguinhos e Luiz Gonzaga. Serão cinco madrugadas de shows, aquecendo Garanhuns com o melhor do nosso forró cantado e dançado por atrações como Gennaro, Derico Alves, Bia Marinho, Beto HortisPetrúcio Amorim, Walkiria Mendes, Maria da Paz, Irah Caldeira e Liv Moraes.

> PALCO INSTRUMENTAL

Um dos pontos turísticos mais charmosos de Garanhuns, o Parque Ruber Van Der Linden (Pau Pombo), acolhe novamente o Palco Instrumental. A programação oferece uma excelente miscelânea do gênero, contemplando artistas e grupos de outros estados nordestinos, como o Ceará, representado pelo grupo Murmurando e o músico Cainã Cavalcante; a Paraíba, de onde vem o grupo Burro Morto; e o Rio Grande do Norte, com o Candeeiro Jazz. Entre as atrações pernambucanas, destaque para Vitor Araújo, Gilú AmaralBozó Sete Cordas, Daniel Podsk, Orquestra Pernambucana de ChoroBanda Kalouv, Wassab e o projeto Guitarras do Nordeste.

> PALCO DE CULTURA POPULAR

Cerca de 60 atrações de diversos municípios pernambucanos vão animar oito dias de programação no Palco de Cultura Popular. São mestres e grupos representantes das mais variadas expressões, como Reisado, Cavalo Marinho, Maracatu, Ciranda, Quadrilha, Coco, Afoxé, Samba, Caboclinho, Pífano e Boi. Entre eles, Patrimônios Vivos de Pernambuco.

> MÚSICA NA CATEDRAL

A Igreja de Santo Antônio recebe, em mais uma edição do FIG, uma programação musical de rara beleza, sob a curadoria do XII Virtuosi na Serra e do Conservatório Pernambucano de Música (CPM). No domingo (24), a programação do Virtuosi presta uma bela homenagem a Naná Vasconcelos. Já na programação do COM no FIG, os grupos SaGRAMAPau Brasil e a cantora Mônica Salmaso são alguns destaques.

> CASA GALERIA GALPÃO

Tradicional polo das Artes Visuais, do Design e da Moda no FIG, a Casa Galeria Galpão incorpora também nesta edição uma Mostra de Teatro Alternativo.

De 24 a 30 de julho, o público terá acesso a seis ações de artes visuais. Entre elas, a exposição ‘Cavani Rosas vai ao Cinema’, que reúne desenhos, cenários e storyboards feitos pelo artista pernambucano para filmes de animação. Seis projetos de design e moda, e ainda cinco exposições fotográficas ocupam a Casa.

De 25 a 30 de julho, sempre a partir das 21h, a Galeria vai se transformar em palco para seis espetáculos de teatro adulto, com a Mostra de Teatro Alternativo. Entre eles, 4x Hilda (Duas Companhias/PE) e Acontece enquanto você não quer ver (Cena OFF/PE).

> PRAÇA DA PALAVRA

Recitais, lançamentos de livros, contação de histórias, intervenções poéticas e debates estão na programação do polo de Literatura do FIG 2016, que conta com a parceria da Cepe Editora e do SESC. Entre os destaques da Praça da Palavra, grandes escritores pernambucanos, como Ronaldo Coreia de BritoChico PedrosaRaimundo Carrero e o garanhuense Mário Rodrigues, vencedor do mais recente Prêmio Sesc de Literatura. A performance poético-musical do grupo P.I.V.a. - Poesia Incendiária Valvulada, formado pelo poeta José Juva e pelos músicos Muta, Tiago West, Leo Vila Nova, Rama Om e Glauco César II, encerra a programação no sábado (30).

> TEATRO LUIZ SOUTO DOURADO

Doze espetáculos de dança, de teatro adulto e infantil vão ocupar o palco do Teatro Luiz Souto Dourado já a partir da quinta-feira (21). A programação é um importante retrato da cena contemporânea em diversos estados do Nordeste. Do Ceará, chegam o Grupo Ninho de Teatro (Avental todo sujo de ovo) e a Inquieta Companhia de Teatros, com o infantil Esconderijo dos Gigantes. Do Rio Grande do Norte, vem a Associação Giradança, com o ‘Dança que ninguém quer ver’, uma obra coreografada por bailarinos com deficiência ou que não se encaixam no ‘padrão’ físico da profissão. O ator Fábio Vidal (Território Sirius/BA) encena Joelma e, da Paraíba, a Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral apresenta os espetáculos de dança A Feira e Frestas, Fôlego e Pele. Artistas e companhias pernambucanas também são destaques, como o Grupo Magiltuth (O Ano em que Sonhamos Perigosamente); a atriz Hilda Torres, com ‘Soledad – A Terra é fogo sob nossos pés’; e o Bacnaré - Balé de Cultura Negra do Recife, que em 2016 comemora 30 anos de atividades.

> CIRCO

A lona de circo mais querida do Agreste está confirmada no FIG 2016. O local deste ano é o Parque Euclides Dourado, reforçando a vocação do polo para a diversão em família. Do sábado (23) ao sábado (30), sempre às 16h, há sempre uma boa programação gratuita, que privilegia a tradição circense, sem deixar de abrir espaço para artistas contemporâneos. Entre as atrações, destaque para o Circo Alves, a Família Vidal (Disney Circo) e o American Circo (PB). Ações de rua integram a programação circense, como o espetáculo Combo, da Tropa Trupe (RN).

> CINEMA ELDORADO

Treze filmes pernambucanos, nacionais e estrangeiros entram em cartaz na cidade com a chegada da 12ª Mostra de Cinema do FIG. Entre eles, ‘A Luneta do Tempo’, de Alceu Valença;  a animação brasileira indicada ao Oscar ‘O Menino e o Mundo’, de Alê Abreu; e o recém-lançado longa da cineasta Anna Muylaerte, ‘Mãe só há uma’. Algumas sessões contarão com a presença dos diretores, que vão conversar com o público. O debate com Alceu, por exemplo, acontece na quarta (27). Exibições com audiodescrição e LIBRAS, além da sessão especial Horror Brasileiro Contemporâneo, complementam a programação.

> OUTRAS PALAVRAS

A Câmara de Vereadores de Garanhuns e a Escola Instituto Presbiteriano vão receber ações de integração entre Cultura & Educação. Exibições de vídeo realizado por estudantes, diálogos com escritores, apresentações de patrimônios vivos, conversas com artistas e entrega de kits literários para as bibliotecas da região integram a programação especial.

> FORMAÇÃO CULTURAL

Trinta e sete oficinas culturais estão com mais de 700 vagas abertas. São oportunidades em todas as áreas culturais, como Artesanato, Audiovisual, Música, Fotografia e Design. As inscrições devem ser realizadas na Secretaria de Cultura de Garanhuns a partir da segunda-feira, 18/7.

> ESPAÇO DO PATRIMÔNIO

Instalado no Parque Euclides Dourado, o Espaço do Patrimônio oferece, de 23 a 30 de julho, uma Exposição sobre Patrimônios Culturais Imateriais do Brasil em Pernambuco, além dos patrimônios materiais de Garanhuns. A visitação é gratuita, das 14h às 22h.

> CASARÃO DOS PONTOS DE CULTURA

Em sua sexta edição, o polo de debates e apresentações culturais protagonizadas por integrantes de Pontos de Cultura no estado oferece este ano nove minicursos gratuitos.

> PALCO DOS PONTOS

De 27 a 29 de julho, a programação se espalha também pelo Parque Euclides Dourado, que recebe atrações como o Yaathê Thudia, do Ponto de Cultura Indígena Fulni-ô; e o Cortejo de Maracatu do Aurora Cultural.

> CASTAINHO

Oficinas, apresentações culturais da tradição quilombola e ainda uma série de espetáculos cênicos chegam à comunidade do Castainho com o FIG 2016. As atividades de formação são especialmente direcionadas aos moradores das diversas comunidades quilombolas do Agreste, abordando estratégias de preservação dos saberes e das manifestações tradicionais.

> CAFÉ EM PASÁRGADA NO FIG

De 25 a 30 de junho, uma cafeteria em Heliópolis vai se transformar em espaço para recitais livres, com microfone aberto. A ação especial ‘Café em Pasárgada’ vai contar com a participação dos atores Carlos Mesquita, Julierme Galindo e Duvinnie Pessoa.

> SESC NO FIG

Importante parceiro do FIG, o SESC abriga este ano a exposição Imaginação à deriva, do artista plástico pernambucano Daniel Santiago; além de colaborar com a programação de espaços como a Praça da Palavra.

> ARMAZÉM DA ARTE E NEGÓCIOS / SEBRAE

A riqueza do artesanato pernambucano também tem seu lugar no FIG. Em mais uma edição, o polo vai acolher artesãos de diversas regiões do estado, exibindo e comercializando produções que encantam, cada vez mais, os frequentadores do Parque Euclides Dourado.

> ESPAÇO MAMULENGO

O Parque Euclides Dourado será novamente ocupado por mestres e grupos que mantém vivo um patrimônio imaterial brasileiro, o Mamulengo.
> SOM NA RURAL
A caravana musical itinerante pilotada por Roger de Renor marca presença mais uma vez no FIG. Este ano, a Rural vai estacionar no Parque Euclides Dourado, oferecendo de 23 a 30/7, shows de artistas e grupos pernambucanos representantes dos mais diversos gêneros musicais. O Coco de Umbigada, a Banda Dirimbó e a cantora Aninha Martins são algumas das atrações confirmadas.

> AÇÕES DESCENTRALIZADAS

Sessões de cinema a céu aberto em comunidades e distritos rurais (Cinema na Estrada); uma série de intervenções teatrais pelas ruas e praças de Garanhuns; recitais poéticos de porta em porta; e ainda uma Caminhada do Patrimônio, que percorre edificações históricas da cidade são alguns exemplos de ações especiais que integram a programação oficial do FIG 2016.

> APLICATIVO OFICIAL

Pelo segundo ano consecutivo, o aplicativo oficial do FIG foi desenvolvido por um grupo de estudantes da Escola Técnica Estadual Maria José Vasconcelos, na cidade de Bezerros. A decisão reconhece o esforço de professores e estudantes da rede pública, ao mesmo tempo em que inspira novas ações articuladas entre as políticas de Cultura e Educação. Prestigie! O aplicativo FIG 2016 Oficial já está disponível na Play Store (Android). Nas demais plataformas, o app pode ser baixado em app.vc/fig2016.oficial




Da ASSESSORIA DE IMPRENSA SECULT/PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário