Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Menina sequestrada pelo pai pode estar no Maranhão



A Polícia Civil do Maranhão vai entrar no caso do desaparecimento de Júlia Cavalcante Alencar, que teria sido levada pelo próprio pai - Janderson Rodrigues Salgado Alencar. Segundo a polícia, o bebê de um ano e nove meses teria estado em um hotel em São Luís, capital do estado, mas não ainda não foi encontrada. Uma bolsa da menina foi achada no quarto do hotel. 

De acordo com a polícia do estado, Janderson e a garota se hospedaram em um hotel de São Luís - mas, ao chegar ao local, os agentes só encontraram alguns pertences da criança e do pai no quarto onde estavam hospedados, inclusive uma bolsa da menina. Ainda segundo o órgão, os dois estariam em uma pousada nos Lençóis Maranhenses e são realizadas buscas para localizar os dois. 

Os nomes de Janderson Rodrigo Salgado Alencar e Júlia já constam no Módulo de Alerta e Restrições do sistema da Polícia Federal - por conta disso, ambos estão impedidos de deixar o País. Com a medida, se Janderson for identificado em portos ou aeroportos do Brasil, será detido. 

A hipótese de fuga internacional surgiu a partir de informações de viagens ao exterior realizada pelo pai da menina no mês de junho, quando ele visitou a Tailândia, no continente asiático, e a Venezuela, na América do Sul. Janderson também teria sacado 400 mil reais no início de julho.

Entenda o caso: No último dia 10, a servidora pública Cláudia Rogéria Cavalcanti, de 42 anos, prestou queixa na Divisão de Desaparecidos do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente contra o ex-companheiro, o engenheiro Janderson Rodrigo Salgado Alencar, de 29 anos, Janderson teria pegado a filha deles, Julia Cavalcanti de Alencar, de um ano e nove meses, no sábado (09) e a devolveria à mãe no dia seguinte, o que não ocorreu. Mãe e filha moram em Olinda.

Apesar de engenheiro, Janderson não tem emprego fixo e vive do rendimento de aplicações financeiras. A mãe de Janderson afirmou que o filho não esteve em casa e também não sabe o paradeiro dele. Não há roupas de adulto nem de criança no apartamento do engenheiro, de acordo com a Polícia Civil.

Pela legislação, a criança pode viajar pelo Brasil sem autorização de um dos genitores - apenas para o exterior é que é exigida a autorização de ambos os pais.

O casal se separou em 2005, de forma não amigável. A funcionária pública acusa o ex-companheiro de agressões verbais contra ela e conseguiu na Justiça uma medida de proteção. O ex não pode ficar a menos de 300 metros dela. A GPCA pede que a população entre em contato se souber alguma pista de onde a menina e o pai possam estar. O telefone para contato é (81) 3184-3578.


Blog: O Povo com a Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário