Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Preso suspeito de matar 2 irmãs a facadas em São Bento/PB, disse que briga começou no Facebook



Foi preso na noite desta terça-feira (9), em ação da Polícia Militar, um homem suspeito de matar irmãs com golpes de faca peixeira no município de São Bento, no Sertão da Paraíba, a 395 km de João Pessoa, na manhã do último sábado (6). Segundo o capitão C. Lima, da companhia de PM da cidade, a discussão que teria motivado o crime se iniciou no Facebook.

De acordo com a PM, o suspeito estava escondido em um sítio localizado no município de Riacho dos Cavalos, também no Sertão, a 478 km da Capital. Conforme relato da polícia, ao ser detido, o suspeito não esboçou reação, confessou os homicídios e disse que os cometeu em um momento de fúria. 

“O caso aconteceu após a ex-esposa dele e as irmãs dela (vítimas assassinadas) terem começado a denegrir a imagem dele e da atual companheira no Facebook. Então ele se armou com a faca peixeira e partiu para encontrar as mulheres. Ele matou as ex-cunhadas e a ex-mulher só não morreu porque se escondeu em um banheiro”, contou o capitão.

O detido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade vizinha de Catolé do Rocha. Após os devidos registros, ele seria direcionado para a cadeia do município.



Relembre o caso aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário