Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

sábado, 1 de outubro de 2016

Candidato a vereador de Vicência PE forjou seu sequestro.


Um candidato a vereador Marcio do município de Vicência, Zona da Mata Norte de Pernambuco, forjou o próprio sequestro e deve ser indiciado pela Polícia Civil por falsa comunicação de crime, informou no dia (28) a corporação. 
Márcio Rogério Araújo de Fontes (PSDB), 31 anos, estava desaparecido desde a última segunda-feira (26).
Parentes registraram, na noite de segunda, boletim de ocorrência sobre o desaparecimento. 
Em buscas realizadas pela Polícia Militar, mais tarde, a moto, a carteira com documentos e uma mochila de Fontes foram encontradas em local próximo a um engenho do município. 
Parentes do candidato atribuíram o motivo do desaparecimento a discursos em que ele acusava opositores de irregularidades.

O PSDB estadual divulgou nota dizendo que esperava todo o rigor na apuração do desaparecimento e pediu que o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) determinasse o envio de reforço policial para as eleições em Vicência, independentemente desse fato, considerando que o município já apresentou problemas em pleitos anteriores”.

Na madrugada do dia (28), o candidato reapareceu em um posto de combustível de Itambé, também na Mata Norte do estado, com as mãos amarradas e afirmando que havia caminhado quilômetros até o local. 

Em nota, a Polícia Civil informa que o próprio Márcio Fontes pediu que a corporação fosse acionada. Segundo o comunicado, ao ser ouvido pelos delegados Guilherme Caraciolo (do Grupo de Operações Especiais) e Von Romel (da delegacia de Vicência) na companhia de um advogado, no entanto, o candidato confessou que tudo foi uma farsa por medo de ameaças que estaria recebendo”.

O político ainda passou por exame traumatológico no Hospital da Cidade, que, segundo a Polícia Civil, comprovou pequenos arranhões provocados pelo próprio candidato, que em seguida foi liberado. 

A nota termina comunicando o provável indiciamento de Márcio Fontes por falsa comunicação de crime.

Relembre o caso aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário