Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8164-4420 Whatsapp: (87)9.9962-6354

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Eletrônica Pc Games

Eletrônica Pc Games
Pop-shop Garanhuns

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

quinta-feira, 21 de junho de 2018

DE CARA LIMPA: mulheres que aplicaram golpes em lojas de Garanhuns foram presas pela Polícia Civil e Militar



Nesta manhã desta quarta-feira 21 de junho de 2018, por volta das 10h30min, uma ação conjunta do Núcleo de Inteligência do Agreste do 9º BPM, policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia de Garanhuns e Malhas da Lei, deram continuidade as diligências na cidade de Lajedo no Agreste de Pernambuco, as quais foram iniciadas no dia 12 deste mês, visando tão somente a prisão de envolvidas em estelionato. De acordo com a Polícia, as investigações iniciaram após a apropriação indébita ocorrida no dia 08 deste mês por volta das 16h00, quando duas mulheres chegaram a Loja Maricota localizada na Avenida Júlio Brasileiro, no Heliópolis, em Garanhuns e afirmaram para a vendedora, que conheciam a proprietária do estabelecimento e que a mesma teria autorizado as solicitantes a levarem algumas roupas para suas casas para provarem em seus filhos, e retornariam com os vestuários no mesmo dia. Contudo a vendedora entregou as roupas e calçados somando um valor de R$ 6.154,80 (seis mil cento e cinquenta e quatro reais com oitenta centavos). As suspeitas não retornaram para devolver as mercadorias, diante da situação, a proprietária registrou um Boletim de Ocorrência no dia 11 deste mês, na 135ª (2ª Delegacia de Polícia), em Garanhuns. 


A Polícia suspeita que vários fatos desta natureza foram realizados pelas suspeitas em toda região, tal como no dia 11/04/18, quando ambas deram nomes falsos e realizaram compras no valor aproximado de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais), por volta das 11h00, na Rua Caetano Vidal, centro de Canhotinho, fato registrado na Delegacia local como estelionato.Todavia, com a insistência dos grupamentos policiais, foi localizada em frente a sua residência de Maria Kátia da Silva, de 28 anos, na Rua Nossa S.ª Aparecida, 240, Bairro Novo, uma campana policial. A mesma, de acordo com a Polícia, estava anunciando em redes sociais a venda das roupas adquiridas de forma ilícita. 


Diante da prisão de Maria Kátia e seguindo informações, foram localizadas várias roupas da referida loja na casa de Jailma da Conceição, de 25 anos, que reside na Rua Clotilde Borba Alves, 225, no Loteamento Antônio Bitonho, também em Lajedo.Tanto Kátia, quanto Jailma informaram que tinham adquirido as confecções com Mikkely Raphaella Aparecida, de 32 anos, que reside na Rua João Franco de Albuquerque, no Bairro Planalto, em Lajedo. De acordo com a Polícia, Mikkely é suspeita do fato na Loja Maricota e consta em seu desfavor várias passagens criminais por Estelionato e Furto nas cidades de Panelas, Lajedo, Bom Conselho e Jurema. 


A envolvida foi localizada em via pública alguns metros da casa de Jailma e Kátia. Diante do interrogatório da Polícia, Mikkely Raphaella Aparecida confessou o fato informando que pratica tal fato em toda região juntamente com Mirelle de Sales, de 29 anos, que reside na Rua Santa Tereza, também em lajedo, a qual foi localizada em sua residência onde também confessou o crime e entregou várias roupas que estava em sua casa afirmando ser da referida loja citada anteriormente, bem como produtos de outras lojas da região.Diante de todas as confirmações, as partes envolvidas foram encaminhadas para 18º DESEC, onde foi verificado em desfavor de Mikelly Raphaella dois mandados de prisão referentes aos processos de Estelionato, expedido pela vara única da comarca de Jurema. Entretanto com exceção de Mikelly que foi recolhida por força dos mandados de prisão, as demais conduzidas foram ouvidas e liberadas em seguida, e toda a confecção foi apreendida na referida delegacia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

J&N CARNES

J&N CARNES