Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8164-4420 Whatsapp: (87)9.9962-6354

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Eletrônica Pc Games

Eletrônica Pc Games
Pop-shop Garanhuns

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Pise Bem Calçados e Casa do Côco

Pise Bem Calçados e Casa do Côco
Rua Melo Peixoto Centro Garanhuns-PE

quinta-feira, 28 de junho de 2018

MAIS DENÚNCIAS: Mãe revoltada diz que não conseguiu atendimento para sua filha na Emergência do Hospital Regional Dom Moura em Garanhuns no Agreste de Pernambuco


Por volta das 21h00 desta quarta-feira 27 de junho de 2018, uma mulher se dirigiu à Emergência do Hospital Regional Dom Moura em Garanhuns no Agreste de Pernambuco. 

Ao chegar à emergência, com a sua filha uma adolescente menor de 14 anos, com vômitos, febre, e dores no corpo para tentar atendimento. De acordo com as informações Leiliane mãe da adolescente, fez a ficha como de praxe para aguardar ser chamada para o atendimento, durante a triagem ela com a adolescente passaram por uma enfermeira, que disse que a adolescente não seria atendida pelo o médico de plantão na unidade, e que Leiliane procurasse um posto de saúde do bairro para levar sua filha no dia seguinte. Durante o trajeto até a sua residência, ela entrou em contato com a nossa redação para pedir ajuda por meio da imprensa. Indignada, nos pediu apoio para divulgarmos sua indignação e disse que ficou muito nervosa diante dos fatos naquele lugar, que deveria ser um ponto de apoio a população de maior necessidade. Afinal não é todo mundo que tem um poder aquisitivo alto e que possa pagar mais de R$ 200,00 (duzentos reais) por consulta em hospitais particulares. Onde vamos parar com a saúde pública tão precária. A população de Garanhuns e região terão que voltar para casa e morrer à míngua por falta de atendimento? A quem recorrer nesse momento? Afinal os maiorais são todos munidos de planos de saúde junto aos seus familiares e nem sequer pisaram os batentes de um hospital público para saberem o constrangimento que é ser atendido por pessoas que parecem não se importar muito com a vida do próximo. 


Relato da mãe da adolescente

Onde existiram outras situações tão graves quanto essas relatadas aqui nesta matéria. Aproveitamos para informar que estamos à disposição da Direção do (HRDM) caso deseje se pronunciar diante do caso denunciado por este portal.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

J&N CARNES

J&N CARNES