Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8164-4420 Whatsapp: (87)9.9962-6354

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Eletrônica Pc Games

Eletrônica Pc Games
Pop-shop Garanhuns

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

OPERAÇÃO DO GAECO EM 10 ESTADOS: Homen residente em Bom Conselho/PE, foi preso por vários crimes

Marcelo Torres Izidoro, residente na Cidade de Bom Conselho, no Agreste de Pernambuco.
Foi preso na manhã desta terca 04 pelo Gaeco com apoio do efetcoe do 9º/BPM.

Uma pessoa morreu e pelo menos outras seis foram presas durante uma operação coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual. A operação ocorre conjuntamente em cidades de Alagoas e Pernambuco desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira, 4. Outros 8 estados também estão em operação.

A operação conjunta entre o MPE e agentes da força de segurança pública de Alagoas e Pernambuco visam cumprir 15 mandados de buscas e apreensão e outros 14 de prisão contra uma organização criminosa que atuaria no tráfico de drogas na região norte do Estado.

Os mandados foram cumpridos em Maceió, São Miguel dos Milagres, Matriz do Camaragibe, em Alagoas, e na cidade pernambucana de Bom Conselho.

As informações dão conta que Marcos Torres Izidorio, conhecido como Gabirú, teria resistido à prisão e efetuado disparos contra a polícia. Ele foi atingido e não resistindo aos ferimentos entrou em óbito. Não foi informado sobre a arma da vítima.

Ainda foram presos Ivaldo José Lins Costa, o Neguinho, com ele teria sido apreendido uma pistola 380, com 12 munições intactas; Cristiano Joaquim da Silva, o Deboxado; José Ailton da Silva, conhecido como Bicho Solto; João Pedro Teixeira da Silva, Xaropinho; Marcelo Torres Izidorio,  o R7; e, Valdir Carvalho Ferreira Júnior, o Canela.

Operação em 10 estados

A ação é de âmbito nacional, articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) – colegiado que reúne os Gaecos de todo o país, realiza, nesta terça-feira (4), operações em 10 estados brasileiros. Dezenas de promotores de justiça, com a ajuda de forças policiais, cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de seis facções criminosas que atuam em diferentes regiões do país.

As operações acontecem, simultaneamente, nos estados do Acre, Alagoas, Distrito Federal e Territórios, Espírito Santo, Paraíba, Rio de Janeiro, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. E além de mobilizar os Ministérios Públicos de todos essas unidades da federação, a ação inclui ainda diligências dos Gaecos do Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Goiás e Pernambuco.

O objetivo principal dessa atividade integrada é prender integrantes das facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) – de origem paulista; Comando Vermelho (CV), Terceiro Comando Puro (TCP) e Amigo dos Amigos (ADA) – todas cariocas; Primeiro Comando de Vitória (PCV) – capixaba; e da paraibana Okaida RB, uma dissidência da Okaida.

De acirfo com o Alagoas 24 Horas, ao todo, estão sendo cumpridos 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão. Em Tocantins, ainda está sendo feita uma inspeção na Casa de Prisão Provisória de Palmas, com a finalidade de apreender armas, drogas, explosivos, aparelhos de comunicação móvel e cadastros de faccionados.

“O Ministério Público brasileiro, por meio do GNCOC e dos Gaecos, vem adotando medidas eficientes no desmantelamento e prisão dos principais líderes das facções criminosas presentes em território nacional. É uma luta baseada na inteligência e com foco na desestruturação desses organismos criminosos violentos. Vamos vencer, tenho certeza disso “, declarou Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, procurador-geral de justiça de Alagoas e coordenador do Grupo Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

J&N CARNES

J&N CARNES