Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8812-6217 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Informações clique na imagem

Informações clique na imagem
Rifas Confiante Rifamos seu sonho e ajudando as pessoas!

Prime rastreamento e proteção automotiva

Prime rastreamento e proteção automotiva

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

O CASO ESTÁ SENDO INVESTIGADO SE FOI DUPLO HOMICÍDIO - Dois homens morreram e três ficaram feridos na PE-145 em Caruaru, no Agreste de Pernambuco


A Polícia Civil não confirmou que foram assassinados os dois rapazes encontrados mortos na PE 145, próximo ao salão de Rita Vênus, no Sítio Dois Riachos na zona rural de Caruaru. Adjakson Antônio da Silva, vulgo “Nim” de 33 anos, que morava no Sítio Itaúna e Severino Flávio Estevão, que era conhecido por “Veinho” de 26 anos, morador do Sítio Baixio, próximo ao Sítio Carneirinho, foram as vítimas fatais, já os outros ocupantes, Maciel e Musse, foram socorridos pelo Samu e levados para o Hospital Regional do Agreste, Maciel está fora de perigo e o Musse está em estado grave.


O Maciel disse que eles estavam voltando da festa de Toritama e foram seguidos por elementos em outro veículo que efetuaram vários disparos contra o carro que as vítimas viajavam, um Fiat Uno guiado por Adjakson, que perdeu o controle da direção e acabou capotando o veículo. Alguns populares comentam que eles estavam cometendo assaltos a sulanqueiros e a Polícia Civil está investigando essa probabilidade.


Adjakson foi preso há quase quatro anos na Operação Arreios da Lei, que prendeu um grupo de extermínio com forte atuação em Bezerros e Caruaru e a quadrilha da qual ele fazia parte foi responsabilizada de ter cometido 21 homicídios e de tentar matar mais três pessoas. A Polícia Civil investiga uma possível vingança ao Adjakson e os outros podem ter sido baleados por estarem com ele.

Os corpos foram encaminhados para o IML local.

Adelson Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217