Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

E AGORA? - Caso Beatriz: "Peritos afirmam que digital palmar pertence a um ex-aluno do colégio", diz Lúcia Mota mãe da menina


A Polícia Civil de Pernambuco divulgou na terça-feira (11) que identificou o suspeito de matar Beatriz Mota em Petrolina, no Sertão pernambucano, em dezembro de 2015. Na quarta (12), foi realizada uma coletiva para trazer mais detalhes sobre a prisão do suspeito na sede da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), no Recife.

Em uma live no Instagram, a mãe da menina, Lúcia Mota, disse que não havia sido informada sobre a identificação do suspeito e que afirmou que gostaria de ter mais respostas sobre a resolução do crime.

A mulher foi entrevistada pelo Programa Por Aqui, da TV Jornal, e falou novamente sobre o caso. "Eu questionei ao secretário se o DNA do assassino de Beatriz está no banco nacional e ele não soube me responder com exatidão ali naquele momento", contou ela.

Lúcia Mota disse que o DNA do suspeito de matar a filha dela não consta no banco nacional porque não está dentro dos padrões solicitados pelo órgão. A família da menina pediu a polícia para fazer uma nova coleta, mas a SDS não permitiu.

"O colégio não pagou uma nova perícia? Queremos usar essa mesma legislação. Ou são dois pesos de duas medidas?", disse Lúcia.

Ainda segundo a mãe de Beatriz, há perícias com dois resultados em relação aos registros deixados na porta da sala onde foi encontrado o corpo. "Quatro peritos afirmam que a digital palmar pertencem a um ex-aluno do colégio. E outros dois peritos afirmam dizendo que não foi", disse.


Do NE-10 Interior.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217