Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

sábado, 24 de julho de 2021

PRF detém homem com 22,9 Kg de maconha em Sertânia, no Sertão de Pernambuco

 


Um homem de 37 anos que transportava 22,9 Kg de maconha foi detido neste sábado (24), durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 232, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. A droga estava embalada com fita isolante e era transportada no porta-malas de um carro.

Policiais realizavam uma fiscalização no Km 276 da rodovia, quando deram ordem de parada ao motorista de um carro, que desobedeceu e acessou uma estrada de terra. Após um quilômetro, ele abandonou o veículo e tentou fugir a pé, mas foi alcançado pela equipe.

O motorista informou que havia pego a maconha em Serra Talhada, no Sertão, e iria entregar no Agreste. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Arcoverde, que irá investigar o caso.





MP-BA denuncia delegado e policiais civis envolvidos na Operação Casmurro

 


O Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 2ª e 3ª Promotorias de Justiça de Seabra, ofereceu hoje, dia 21, denúncia contra os envolvidos na “Operação Casmurro”, que desarticulou organização criminosa estruturada na 13ª Coordenadoria Regional de Interior da Polícia Civil do Estada da Bahia (13ª Coorpin), localizada na cidade de Seabra.

Na denúncia, o MP relatou a participação na organização criminosa de um delegado de polícia, três policiais civis, um agente administrativo e um empresário local, para a prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, concussão, peculato e obstrução à Justiça.

Além da condenação dos acusados, o Ministério Público baiano ainda requereu a perda dos cargos, funções, empregos ou mandatos eletivos ocupados pelos denunciados, bem como a proibição de exercício de função ou cargo público pelo prazo de oito anos subsequentes ao cumprimento das penas, em razão dos crimes praticados com violação dos deveres para com a Administração Pública.

A “Operação Casmurro”, realizada pelo MP em conjunto com a Força Tarefa de combate a crimes praticados por policiais civis e militares, da Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), após a deflagração de três fases, revelou que a polícia civil de Seabra havia descoberto, em junho de 2020, uma extensa plantação de maconha na zona rural de Seabra. Porém, ao invés de incinerar completamente a droga e erradicar a plantação, os policiais receberam propina de R$220 mil para permitir a colheita do restante da droga pelos traficantes e ainda ajudaram a transportá-la dentro das viaturas da polícia, para armazenamento em propriedade rural do empresário, até que fossem finalmente enviadas para a cidade de Salvador.

O Ministério Público Estadual também apontou que os denunciados restabeleceram a estrutura para plantio e cultivo de maconha na propriedade rural, mas, após a deflagração da primeira fase da “Operação Casmurro”, realizaram apressada ação policial para “simular a descoberta da ‘recente plantação de maconha’, com o deliberado intuito de apagar as provas e vestígios de que o grupo continuava explorando, no mesmo local, novo plantio de droga”.





MP-BA denuncia delegada e mais três pessoas por suspeita de envolvimento com grupo de roubos e clonagem de veículos

 



O Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), ofereceu ontem, dia 22, denúncia contra uma delegada de Polícia e mais três pessoas envolvidas na “Operação Dublê”, que investigou a existência de grupo criminoso especializado na prática de delitos de furtos, roubos e clonagem de veículos, cujo líder mantinha relação próxima e duradoura com a delegada.

Além da condenação dos acusados pelos crimes, o MP ainda requereu a manutenção da prisão preventiva da pessoa que exercia a coordenação das atividades ilícitas, que já se encontra detida desde a deflagração da operação, no dia 07 de julho de 2021, quando a delegada foi afastada judicialmente do cargo.

Segundo a denúncia, a delegada se utilizava das prerrogativas do cargo e da influência que gozava na Polícia Civil para garantir a impunidade do grupo criminoso e facilitar a execução e proveito dos crimes. Na denúncia, os promotores apontaram que o líder do grupo já tinha histórico criminal na prática de furtos, roubos, receptação e clonagem de veículos automotores, e ainda assim conservava um forte relacionamento com a delegada.

A denúncia afirma ainda que a delegada chegou a falsificar documentos de terceiros, para possibilitar a devolução ilegal de um carro clonado apreendido pela polícia com membros quadrilha, além de ter introduzido uma pessoa ligada à quadrilha no ambiente da Polícia, acompanhando-a, como se fosse policial, portando armas e auxiliando-a nas ações de favorecimento ao grupo criminoso.

A “Operação Dublê” foi realizada pelos Ministérios Públicos da Bahia e São Paulo, em conjunto com a Corregedoria da Polícia Civil da Bahia e Polícia Rodoviária Federal.





O que aconteceu com os "canibais" de Garanhuns? Saiba como está o trio atualmente

 

Do JC

O descoberta dos chamados "canibais" de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, completou 9 anos em 2021. O caso que envolvia Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Pires da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva repercutiu muito em todo o país.

O trio foi acusado de matar três mulheres e essas vítimas teriam sido atraídas para a casa deles em datas diferentes, sob falsos pretextos. Elas foram mortas por arma branca e esquartejadas. Parte dos restos mortais teriam sido consumidas pelos suspeitos. Jorge, Isabel e Bruna foram condenado em dezembro de 2018 por homicídio triplamente qualificado.

O que aconteceu com os "canibais" de Garanhuns?

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), Jorge, Isabel e Bruna foram condenados e continuam presos. A secretaria disse através de nota ao JC que Jorge Negromonte cumpre a pena na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, Litoral Norte. Isabel e Bruna estão presas na Colônia Penal Feminina de Buíque, no Agreste do estado. Segundo a Seres, todos têm bom comportamento nas unidades prisionais.

No ano de 2019, as penas de prisão foram aumentadas pelos desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). A mudança nas penas foi referente à condenação pelo assassinato, ocultação e vilipêndio do cadáver de Jéssica Camila da Silva Pereira. Jorge recebeu 27 anos de prisão e um ano e meio de detenção. Isabel e Bruna passaram para 24 anos de prisão e um de detenção. Pelas mortes de Alexandra Falcão e Giselly Helena, Jorge e Bruna foram condenados a 71 anos de prisão, já Isabel a 68.





Ex-prefeita de Betânia e empresas terão que devolver mais de R$ 2 milhões, decide TCE

 

Do Blog do Nill Júnior

O TCE realizou Auditoria Especial na Prefeitura Municipal de Betânia para verificar e analisar irregularidades da gestão da ex-prefeita Eugênia Araújo, que foi gestora entre 2013 e 2016, tendo como objeto analisar os seguintes aspectos denunciados, considerada a formalização do presente processo de Auditoria Especial TCE-PE 1851789-4e, também, as informações adicionais obtidas mediante circularização junto à SEFAZ-PE.

A apuração foi do Afogados On Line. Dentre as irregularidades, falta de transição de governo em desrespeito à LC 260/2014 de Pernambuco, indisponibilidade de documentos (empenhos, licitações e folhas de pagamento) e de computadores, com prejuízos ao controles externo e interno e à continuidade do serviço público, descumprimento do artigo 42 da LRF; falta de pagamento de folhas de salários referentes ao meses de novembro e de dezembro de 2016, e férias dos professores, recolhimento das contribuições previdenciárias devidas ao RPPS e a possível celebração de parcelamentos com o RPPS sem autorização legislativa.

Ainda indícios de irregularidades na contratação de obras e serviços de engenharia; compras ou despesas com diversas empresas sem contratos com a Prefeitura, pagamentos ou transferências a fornecedores de materiais de expediente e mobiliário escolar em contraponto às condições em que foram encontrados pela atual administração. além de despesas sem licitação, acima do limite de dispensa.

Foi verificada ausência de comprovação das despesas no montante de R$ 2.281.332,33, com vários credores. Assim, os Conselheiros da Primeira Câmara, à unanimidade, julgaram irregular o objeto da auditoria especial, imputando vários débitos a Eugênia e empresas que não comprovaram os serviços. No bolo MARIA AUXILIADORA BATISTA DA SILVA ME, VAREJÃO MAGALHÃES LTDA EPP, M. CRISTINA DONASCIMENTO ME, NEOMAX COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA ME, ISRAEL SOARES DOS SANTOS JUNIOR ME, A. M.DE ARAÚJO CARVALHO ME, Jozinaldo de França Barboza (prestador de serviço) e Welygton Izaque JustinoRocha (fornecedor). Os débitos imputados devem ser atualizados monetariamente. Eugênia é ex-esposa do também ex-prefeito Wal Araújo.





sexta-feira, 23 de julho de 2021

Pernambuco confirma dois primeiros casos da variante alpha da Covid-19 e tem terceiro registro da delta

 

Do G1-PE

O governo de Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (23), os dois primeiros casos no estado da variante alpha do novo coronavírus, originária do Reino Unido. Também fez o terceiro registro da variante delta, de origem indiana.

Segundo o estado, os casos da variante inglesa foram identificados em pacientes de Caruaru, no Agreste. O terceiro caso da variante delta é de um tripulante filipino do navio Shoveler.

No dia 14 de julho foram confirmados os dois primeiros casos da variante também em tripulantes filipinos do navio cargueiro. No domingo (19) um deles morreu de Covid-19.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o terceiro tripulante filipino com confirmação da variante delta tem 58 anos e já está curado da Covid-19. Na última coleta realizada, o exame dele deu negativo para a doença.

Os casos da variante alpha foram identificados em uma mulher de 45 anos e um homem de 22 que adoeceram entre abril e maio, em Caruaru.

A presença das variantes foi identificada na última rodada de amostras positivas para Covid-19 analisadas pelo Instituto Aggeu Magalhães da Fundação Oswaldo Cruz (IAM/Fiocruz-PE).

O sequenciamento genético analisou, ao todo, 147 amostras, coletadas em 25 municípios pernambucanos entre os meses de abril e julho deste ano, além do material biológico do filipino. As outras 144 amostraram deram positivo para a variante brasileira do coronavírus, denominada P1.

Uma das amostras positivas para a variante P1 foi da profissional de saúde que teve contato com dois tripulantes filipinos que positivaram para a variante Delta.

As 147 amostras biológicas analisadas são dos municípios de Afogados da Ingazeira, Angelim, Araripina, Arcoverde, Bodocó, Caetés, Carnaíba, Caruaru, Escada, Exu, Feira Nova, Garanhuns, Itapetim, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Orobó, Paranatama, Paulista, Recife, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Santa terezinha, São Vicente Ferrer, Tuparetama e Vertentes.





Polícia civil cumpre mandado de prisão de indivíduo por estupro de vulnerável em Iati

 


Em Iati, Agreste do estado, a Delegacia da 143ª Circunscrição cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um homem acusado de estupro de vulnerável. Moisés Barros Negreiro foi preso na Rua João Bezerra de Vasconcelos, no centro de Iati

Ele foi autuado e recolhido na 18ª DESEC para

posterior apresentação na audiência de custódia. 

Segundo a polícia, o investigado em 28/06/2021 teria praticado o crime após

ter invadido a casa da vítima e amarrá-la com fios de arame e também estaria causando pânico a pessoas na cidade inclusive adolescentes.






Padrasto é suspeito de estupro de vulnerável contra a enteada em Garanhuns

 


Padrasto de 36 anos está sendo acusado pela própria enteada, de 13, de a ter bolinado, o que se ficar provado que é verdade caracteriza o crime de estupro de vulnerável. O caso foi levado à Polícia Civil nesta quinta, 22 de julho, através da PM e Conselho Tutelar.

Aos PMs que atenderam a ocorrência, a vítima disse que teria sido apalpada nos seios pelo seu padastro. Ela também revelou aos policiais que não era a primeira vez que tal prática ocorria e que inclusive teria relatado o fato à mãe, que segundo a denúncia, não teria tomado providências. Já na delegacia, a mãe da menina negou que tivesse ocorrido algo na data mencionada pela filha. 

Diante da situação, a menor foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar, que vai acionar o pai da menina para que ele assuma a guarda até que a situação seja investigada e esclarecida pela Polícia Civil.





Durante operação em Brejão, policiais civis e militares apreendem armas de fogo munições e suspeitos são conduzidos à delegacia

 


A Polícia Civil de Pernambuco, através da 154ª DP de Brejão desencadeou nesta sexta, 23 de julho a Operação Fogazza. A ação visou combater diversos crimes como: homicídio, porte irregular de armas e tráfico de drogas. Dentro desse contexto, os policiais visam dar celeridade às invetigações em torno dos últimos homicídios ocorridos na cidade de Brejão, no Agreste.

Foram cumpridos 7 (sete) mandados de busca domiciliar onde apreenderam: 03 espingardas, 18 munições, apetrechos para arma de fogo, 04 celulares, 01 caderno com anotações da comercialização do tráfico, 02 câmeras de monitoramento (que estavam instaladas em pontos estratégicos), dentre outros objetos do tráfico.

Ainda segundo informações, a operação proporcionou à polícia desvendar um também um local de refino de drogas na zona rural da cidade. 

Quatro investigados foram conduzidos junto com o material apreendido. Tudo isso somado a uma eficaz coleta de provas ajudarão na elucidação de diversos crimes, sobretudo os últimos homicídios ocorridos em Brejão e Terezinha.

Na operação foram empregados 25 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães das delegacias de Brejão, Terezinha, Águas Belas, 1a e 2o Delegacias de Garanhuns e Malhas da Lei da 18a Desec, além do reforço de 15 PMs.





Secretaria Estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, atende solicitação do prefeito Wilson Lima

 

Nesta sexta-feira, 23 de julho, atendendo a uma solicitação do prefeito de São João, Wilson Lima, a Secretária de infraestrutura do governo de Pernambuco, Fernandha Batista, autorizou o início da operação tapa buracos que vai trazer  melhorias  para a PE 177, que liga São João a Garanhuns.

No último dia 07 de julho, Wilson Lima enviou um ofício a Secretária, detalhando todos os problemas que a população de São João e demais cidades, estavam enfrentando com a referida rodovia, com risco reais de acidentes por conta das condições da citada PE

"Como prefeito de uma cidade em que o município é cortado pela rodovia 177 e nossos munícipes a utilizam para se deslocar no intuito de vender seus produtos e fazer compras, me senti na obrigação de solicitar às autoridades estaduais a melhoria dessa via" afirmou o prefeito.

Hoje, 23 de julho, vi com satisfação que o governo Estadual atendeu os nossos anseios e já estão a pleno vapor a recuperação da rodovia e também não poderia deixar de agradecer ao nosso amigo Pedro Falcão, por ter nos ajudado a conseguir essa ação do governo, junto a Secretaria de infraestrutura" complementou Wilson.

Fotos Higor Nascimento






Polícia prende casal por estupro, exploração sexual e aliciamento de criança em Caruaru, no Agreste de Pernambuco

 

Do NE-10 Interior

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou na manhã desta sexta-feira (23) a operação "Anjos da Guarda", em Caruaru, no Agreste. Esta é a 50ª Operação de Repressão Qualificada de 2021 e teve como objetivo identificar e

desarticular uma rede de pedofilia voltada à prática dos crimes de estupro de vulnerável, favorecimento para exploração sexual, produção de pornografia, agenciamento de produção pornográfica, armazenamento de pornografia e aliciamento de criança.

De acordo com a polícia, a rede tinha atuação nas cidades de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe

e Surubim. Foram cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela Primeira Vara Criminal da Comarca de Caruaru.

A operação foi presidida pelo Delegado Valdo Verçosa, Titular da Delegacia de Polícia da 90ª Circunscrição, de Caruaru, e esteve vinculada à Diretoria Integrada do Interior I (DINTER I). Foram empregados cinquenta policiais civis, entre eles delegados, agentes e escrivães. As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (DINTEL).





quinta-feira, 22 de julho de 2021

Homem foi executado a tiros na frente de sua mãe em Terezinha, no Agreste de Pernambuco

 


Um homem foi assassinado por volta das 16 horas desta quinta, 22 de julho, em Terezinha, Agreste do estado. A vítima foi identificada como sendo Daniel Augusto de Barros, de 29 anos. Dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram três disparos de arma de fogo. Daniel veio a óbito no local. A mãe dele estava ao lado na hora do assassinato, mas não se feriu.

A Polícia Civil vai investigar o homicídio. De acordo com informações, a vítima seria suspeita de traficar drogas, o que pode ser uma linha de investigação para solucionar o crime, que ocorreu nas proximidades da PE-218. O corpo foi encaminhado ao IML, em Caruaru.






QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217