Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

sábado, 12 de setembro de 2015

Em Pernambuco 40% das barragens estão em colapso devido a seca.


O monitoramento diário feito pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) em 87 reservatórios do Estado aponta que 40% deles estão em colapso. A situação é mais grave no Sertão do Estado, onde 24 dos 39 reservatórios estão nesta situação, sendo que 18 secaram completamente. No Agreste, o estado de colapso alcança 11 das 34 barragens . Segundo a Apac, seis unidades monitoradas secaram em sua totalidade.

"Apesar da vulnerabilidade histórica de falta d'água nestas regiões temos acompanhado uma queda que chama a atenção. Os reservatórios que ainda não secara, estão trabalhando com marcações bem abaixo da média", disse o analista de Recursos Hídricos da Apac, César Mendonça, ao jornal Folha de Pernambuco. "A população amarga o quarto ano de consecutivo de seca, ainda sem perspectivas de melhora", observou.

Segundo dados da Apac, em 2014 as barragens localizadas no Sertão de Pernambuco apresentavam 211 milhões de m³ de água acumulada. Neste exercício, porém, este volume caiu para 136 milhões de m³. A situação é semelhante nos reservatórios do Agreste. No ano passado o volume acumulado era de163 milhões de m³ e caiu para 137 milhões de m³ em 2015.
Brasil 247/pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário