Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Assistência Social reforça atividades de combate ao trabalho infantil






A programação se estende por todo o mês de junho


Incluída na programação de intensificação de combate ao trabalho infantil da Secretaria de Assistência Social de Garanhuns, na manhã desta quinta-feira (09), foi realizada uma ação na feira livre da Avenida Oliveira Lima, no bairro Heliópolis. Com o objetivo de sensibilizar a população do município para a causa, profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e conselheiros tutelares realizaram uma abordagem social no local. Na ocasião, eram localizadas possíveis situações de exploração de crianças e adolescentes e os responsáveis eram abordados, recebendo orientações. O Dia do Combate ao Trabalho Infantil é vivenciado nacionalmente no dia 12 de junho, mas a programação vai se estender por todo o mês de junho.


A comerciante de frutas e legumes Taygliane Mirela, que hoje tem 24 anos de idade, começou a trabalhar aos nove anos de idade e explicou as consequências dessa experiência. “As coisas eram muito difíceis pra gente. Eu era a mais nova, mas era a de mais atitude. Fui para a casa do povo para trabalhar ainda com 9 anos de idade. Mas perdi minha infância, não sabia o que era brincar. Hoje o que eu sofro é de dor. Esse é o lucro do trabalho quando criança. Hoje eu tenho desvio na coluna, úlcera, tendinite. Fora o que mexeu com o meu psicológico. Meus pais não me obrigavam, mas eu sentia necessidade de ajudar meus eles”, revelou.


Após expor o que ela mesma já vivenciou, a comerciante, que é recifense, mas mora em Garanhuns há 7 anos, falou sobre o trabalho de abordagem social que está sendo realizado nas feiras livres. “Passei por isso, mas hoje, graças a Deus, estou aqui contanto essa história pra vocês. E eu não quero isso para o meu filho, não quero isso para nenhuma criança, por isso eu achei tão lindo esse trabalho de vocês, aqui incentivando as crianças e os adolescentes a ir pra escola, ir estudar. É isso que elas precisam aprender desde cedo para serem saudáveis”, relatou Taygliane.

A coordenadora do Creas, Cybele França, reforçou a importância da ação. “Por meio dessas atividades nós podemos ter um contato direto com a população, conversar com cada pessoas e orientá-las a lidar com esses tipos de situações e poder juntos promovermos uma mudança social. Nós estamos aproveitando essa data para reforçar essas ações de cuidado para com as nossas crianças e adolescentes. O que nós desejamos é que elas tenham um desenvolvimento físico e, sobretudo, psicológico normal e sejam cidadãos saudáveis. Promover uma infância saudável é nosso intuito e é por nossas crianças que estamos buscando fazer tudo isso da melhor forma possível”, comentou a coordenadora.



Ações em instituições de ensino e Cras’s

As atividades de combate ao trabalho infantil também estão sendo realizadas em algumas escolas municipais e nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s). Na tarde de hoje (09) foi realizada uma palestra na Escola Municipal Mário Matos. Amanhã (10), o tema será debatido com estudantes da Escola Giselda Vieira Belo. Dando continuidade, na próxima semana, serão realizadas outras atividades nas feiras livres do município.

Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG


Incluída na programação de intensificação de combate ao trabalho infantil da Secretaria de Assistência Social de Garanhuns, na manhã desta quinta-feira (09), foi realizada uma ação na feira livre da Avenida Oliveira Lima, no bairro Heliópolis. Com o objetivo de sensibilizar a população do município para a causa, profissionais do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e conselheiros tutelares realizaram uma abordagem social no local. Na ocasião, eram localizadas possíveis situações de exploração de crianças e adolescentes e os responsáveis eram abordados, recebendo orientações. O Dia do Combate ao Trabalho Infantil é vivenciado nacionalmente no dia 12 de junho, mas a programação vai se estender por todo o mês de junho.

A comerciante de frutas e legumes Taygliane Mirela, que hoje tem 24 anos de idade, começou a trabalhar aos nove anos de idade e explicou as consequências dessa experiência. “As coisas eram muito difíceis pra gente. Eu era a mais nova, mas era a de mais atitude. Fui para a casa do povo para trabalhar ainda com 9 anos de idade. Mas perdi minha infância, não sabia o que era brincar. Hoje o que eu sofro é de dor. Esse é o lucro do trabalho quando criança. Hoje eu tenho desvio na coluna, úlcera, tendinite. Fora o que mexeu com o meu psicológico. Meus pais não me obrigavam, mas eu sentia necessidade de ajudar meus eles”, revelou.

Após expor o que ela mesma já vivenciou, a comerciante, que é recifense, mas mora em Garanhuns há 7 anos, falou sobre o trabalho de abordagem social que está sendo realizado nas feiras livres. “Passei por isso, mas hoje, graças a Deus, estou aqui contanto essa história pra vocês. E eu não quero isso para o meu filho, não quero isso para nenhuma criança, por isso eu achei tão lindo esse trabalho de vocês, aqui incentivando as crianças e os adolescentes a ir pra escola, ir estudar. É isso que elas precisam aprender desde cedo para serem saudáveis”, relatou Taygliane.

A coordenadora do Creas, Cybele França, reforçou a importância da ação. “Por meio dessas atividades nós podemos ter um contato direto com a população, conversar com cada pessoas e orientá-las a lidar com esses tipos de situações e poder juntos promovermos uma mudança social. Nós estamos aproveitando essa data para reforçar essas ações de cuidado para com as nossas crianças e adolescentes. O que nós desejamos é que elas tenham um desenvolvimento físico e, sobretudo, psicológico normal e sejam cidadãos saudáveis. Promover uma infância saudável é nosso intuito e é por nossas crianças que estamos buscando fazer tudo isso da melhor forma possível”, comentou a coordenadora.

Ações em instituições de ensino e Cras’s

As atividades de combate ao trabalho infantil também estão sendo realizadas em algumas escolas municipais e nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s). Na tarde de hoje (09) foi realizada uma palestra na Escola Municipal Mário Matos. Amanhã (10), o tema será debatido com estudantes da Escola Giselda Vieira Belo. Dando continuidade, na próxima semana, serão realizadas outras atividades nas feiras livres do município.



Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG
Por RUTHE SANTANA

Nenhum comentário:

Postar um comentário