Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Roberto dos Ônibus.

Roberto dos Ônibus.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

King Lanternagem e Pintura.

King Lanternagem e Pintura.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Operação Lava Jato: Agentes cumprem 10 mandados de prisão nesta manhã de quarta no Rio e em Porto Alegre



RIO - Uma nova operação da Polícia Federal cumpre na manhã desta quarta-feira 10 mandados de prisão no Rio e em Porto Alegre relacionados à Operação Lava-Jato e tem como alvo principal o ex-diretor da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva. Atualmente, ele está em prisão domiciliar e foi detido novamente hoje em um dos mandados de prisão preventiva. A operação é a estreia da Lava-Jato no Rio. O esquema de corrupção na Eletronuclear foi alvo da 16ª fase da Lava-Jato em Curitiba, em julho do ano passado. A ação sobre o caso foi desmembrada e passou a correr na 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Além dos mandados de prisão, serão cumpridos também de condução coercitiva e busca e apreensão.

A ação penal sobre o esquema de corrupção na Eletronuclear foi desmembrada da apuração do esquema de corrupção da Petrobras no último dia 29 de outubro, e encaminhada para a Justiça Federal do Rio. Com o desmembramento, deixou de ser julgada pela corte federal no Paraná.

Othon é acusado de receber R$ 4,5 milhões de propina das obras da Usina Nuclear de Angra 3. Em abril, em depoimento na 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, o ex-presidente admitiu que usou contratos de fachada feitos com empresas de amigos para receber dinheiro da construtora Andrade Gutierrez, mas negou que fosse propina.

O Ministério Público Federal já tinha pedido a condenação do Othon e a sentença estava prevista para sair nas próximas.


O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário