Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Chefes de ataques no RN são transferidos para presídio federal


Cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques que vêm atingindo o Estado desde a sexta-feira (29) foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró nesta segunda (1º). De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

"Esses presos tiveram os celulares monitorados pelo serviço de inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública, que constatou que eles ordenaram os ataques", disse Robinson Faria. A lista com os nomes dos presos transferidos não foi divulgada. De acordo com o governador, a previsão é os outros 20 devam ser levados para unidades federais em outros Estados.

Segundo fontes do G1, a autorização para a transferência dos cinco presos foi concedida ainda neste domingo (31) pela Justiça Federal do RN. Os detentos foram levados no período da manhã. Os outros 20 apontados por Robinson Faria como também sendo chefes da facção criminosa deverão ter as transferências autorizadas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Nenhum comentário:

Postar um comentário