Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

Motorista capacitado, há dez anos em transporte de universitários.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Em Catende, Paulo destaca ritmo acelerado das obras do Sistema Adutor Pirangi.



Orçado em R$ 60 milhões, o empreendimento vai dobrar a vazão do Sistema do Prata, ampliando 
o abastecimento em Caruaru e outros nove municípios pernambucanos

CATENDE - O governador Paulo Câmara vistoriou, no início da manhã desta terça-feira (25.10), o canteiro de obras do Sistema Adutor de Pirangi, em Catente, na Mata Sul. Orçado em R$ 60 milhões - recursos do Banco Mundial - o empreendimento foi idealizado para minimizar os efeitos da estiagem em Caruaru e outros nove municípios do Agreste. A obra, que será entregue no início de 2017, consiste na implantação de 27 quilômetros de tubulação que vai levar água do Rio Pirangi à Barragem do Prata, em Bonito, beneficiando 800 mil pessoas. Antes de conferir a intervenção, o chefe do Executivo estadual tomou café da manhã com os trabalhadores e destacou o ritmo acelerado das obras.

"Essa é uma obra muito importante e que terá um papel fundamental para a garantia da segurança hídrica de Caruaru e da Região Agreste. Imprimimos um ritmo acelerado, que nos permite cumprir os prazos, as etapas. É muito importante manter esses prazos porque janeiro é um momento crítico que nós estamos prevendo para o Prata", salientou Câmara. O chefe do executivo estadual ressaltou ainda que o Nordeste vive a pior seca dos últimos 50 anos. "A gente só vai enfrentar essa grave crise com muito trabalho e dedicação", grifou. Pirangi deverá ser entregue no primeiro semestre de 2017.

Ao lado dos trabalhadores do canteiro, Paulo pontuou que o Governo de Pernambuco procurou alternativas, por conta da demora na conclusão de obras federais, para o enfrentamento aos efeitos da estiagem. "A gente tinha que tomar uma providência imediata. As obras estruturadoras como a Adutora do Agreste e a Transposição do Rio São Francisco estão em um ritmo muito aquém do necessário. Então, nós tomamos essa decisão de levar água da Mata para o Agreste. São R$ 60 milhões investidos do Tesouro Estadual, através do Banco Mundial, para melhorar a situação hídrica de nove cidades, principalmente Caruaru", afirmou Paulo.

Com a intervenção, a vazão do Sistema do Prata vai dobrar (de 600 para 1,2 mil litros por segundo). A adutora vai assegurar o abastecimento nos municípios de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Riacho das Almas, Passira, Cumaru, Toritama, Agrestina, Altinho, Ibirajuba e Cachoeirinha, entre outros distritos da região. Além da adutora, o  Sistema Pirangi contará com duas estações elevatórias.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, explicou ainda que o Governo do Estado ainda mantém investimentos expressivos na zona rural do Agreste. "Para garantir que a água chegue a todas as localidades, nós também estamos implantando sistemas simplificados em comunidades rurais", afirmou o titular da pasta.

Já o presidente da Compesa, Roberto Tavares, pontuou que o Estado mantém, hoje, 300 intervenções que visam garantir a sustentabilidade hídrica da região. "Nos últimos 10 anos, Pernambuco tomou uma decisão política de enfrentar o desafio do abastecimento, assim como foi feito na gestão de Miguel Arraes com a questão energética", destacou.

Bastante orgulhoso com a contribuição que Catente vai oferecer aos pernambucanos do Agreste, o prefeito Josibias Darcy de Castro destacou a importância de unir forças para vencer as dificuldades. "Nós temos um manancial enorme que pode ajudar muita gente. Essa também é mais uma forma de aglutinar pessoas que querem trabalhar",  disse o prefeito, referindo-se à geração de emprego e renda que a obra proporcionou ao município de Catende.

No segmento da construção civil há 20 anos, o operário Antônio Rodrigues, de 47 anos, não escondia a satisfação de atuar nessa benfeitoria. "É uma alegria poder participar de obras importantes para a população. Aqui é dedicação total, de 7h ás 17h, e ainda um plantão de 17h às 19h", contou o trabalhador

Nenhum comentário:

Postar um comentário