Este espaço é seu anuncie aqui! 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

Garanhuns Bijuterias e Bianca Bijoux.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

GF Presentes e Variedades Vendas em Atacado e Varejo.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Informamos que Simulador de direção é obrigatório para tirar CNH a partir de 12/12/2016.

Casa do Côco.

Casa do Côco.
Rua Melo PeIxoto, 79 CeNtro Garanhuns PE

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Rua do Ipiranga, 143 Boa Vista Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Volte a Sorrir Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

sábado, 26 de novembro de 2016

Policial Pernambucano é preso acusado de estuprar nove (09) Alagoanas.


Um trabalho conjunto entre as polícias Civil e Militar resultou na prisão do policial militar Carlos Alberto Oliveira Silva, suspeito de praticar ao menos nove estupros nos municípios de Jundiá, Campestre, Novo Lino e Colônia de Leopoldina. Ele foi preso nessa quinta-feira 24 de novembro de 2016, durante um abordagem de rotina na cidade de Novo Lino. 
O militar de Pernambuco foi encaminhado para a Casa de Custódia de Maceió.

De acordo com o delegado Antônio Nunes, titular da delegacia de Novo Lino, o suspeito foi abordado após a polícia suspeitar de sua atitude. Também chamou a atenção o fato de suas características coincidirem com a do suspeito que havia praticado os crimes de estupro. 
Nove vítimas foram chamadas à delegacia, onde todas elas reconheceram o militar como o responsável pelos estupros. Em depoimento à Polícia Civil, Carlos Alberto negou os crimes.

"Há um forte conjunto probatório contra este rapaz, além de todas as características que as vítimas já haviam repassadas para a polícia. 
Em depoimento, elas o reconheceram e não tiveram dúvida. Algumas, inclusive, entraram em estado de choque ao vê-lo pessoalmente de novo", explicou o delegado. 

Diante dos relatos, Antônio Nunes pediu a prisão preventiva do suspeito, decretada pelo Tribunal de Justiça de Alagoas nesta sexta-feira. 
O delegado também afirma suspeitar que, após a prisão, outras vítimas deverão procurar a polícia, a fim de reconhecerem o policial militar como suspeito em outros casos. 

À polícia, as mulheres relataram que, por vezes, o suspeito também chegava a roubar pertences das vítimas de estupro, sempre a abordá-las trajando, numa motocicleta de cor preta e sem placa, roupas escuras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário