Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8812-6217 WhatsApp

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quarta-feira, 6 de maio de 2020

COVID-19 - Família enterra idosa e descobre que corpo foi trocado em Pernambuco


Um caso inusitado ocorreu esta semana em Pernambuco: duas idosas com o mesmo nome, Helena Maria da Silva, morreram no último domingo (3) no Hospital Regional de Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, vítimas de síndrome respiratória. Porém, após o enterro de uma delas, no distrito de Cruzes, em Panelas, no Agreste do Estado, a família recebeu uma ligação de que o corpo da parente ainda estava no hospital. Foi quando a confusão foi descoberta: os corpos tinham sido trocados.

Em vez de enterrar o corpo de Helena de Panelas, de 74 anos, a família havia enterrado o corpo da outra Helena, que morava em Cortês, na Zona da Mata, e tinha 87 anos. Como havia a suspeita do novo coronavírus em uma das pacientes, o caixão foi fechado e os parentes não puderam fazer o velório. Só depois descobriram que o corpo foi trocado.

A família de Panelas denuncia que não pôde reconhecer o corpo para a liberação no hospital. "É um direito nosso que foi negado. A gente primeiro não poder reconhecer o corpo, ser praticamente uma indigente. Pegar um corpo que a gente nem sabia se era de fato ela. Disseram que havia dois corpos com o mesmo nome, a gente pelo menos poderia ter dado uma foto dela, mas não quiseram ver a foto dela, falaram que já sabiam", contou o neto da Helena de Panelas, Johnny Andrade.

Quando a troca foi identificada, a Defensoria Pública solicitou a exumação do corpo da idosa de 87 anos, alegando que nela não havia a suspeita de covid-19. A exumação ocorreu na tarde dessa terça-feira (5). Mesmo causando problemas para as duas famílias, os parentes da idosa de Cruzes foram os que precisaram passar pelo enterro duas vezes. "Vamos buscar os nossos direitos, é um transtorno muito grande para a família enterrar um corpo, passar por um momento difícil como passamos na segunda-feira, quando achávamos que era ela", lamentou o neto.

Resposta do hospital

Em nota, a direção do Hospital Regional de Palmares lamentou o ocorrido e informou que desde a segunda (4) manteve contato com ambas as famílias para resolver a situação, que foi solucionada na tarde da terça. "A direção solidariza-se com os familiares neste momento de dor e se mantém à disposição para mais informações", diz ao texto.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), para fazer a liberação dos corpos de pacientes suspeitos ou confirmados para a covid-19, um parente deve fazer o reconhecimento seguindo as medidas de segurança necessárias, como o uso de máscara, e evitando o contato com o corpo.

Ne10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217