Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Festas de Natal e réveillon podem ser realizadas sem controle de esquema vacinal contra Covid para até 300 pessoas, diz governo

 


As festas de Natal e réveillon em Pernambuco, segundo o governo, podem ser realizadas para o público de, no máximo, 300 pessoas sem que seja necessária o controle do esquema vacinal completo. Caso a quantidade de pessoas ultrapasse esse limite, será necessário um esquema para comprovar que os participantes tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19.

Os detalhes sobre os eventos de fim de ano foram dados pelo secretário de Saúde, André Longo, em entrevista coletiva, no palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no Centro do Recife.

Longo afirmou que o cenário “é positivo” e houve “avanços”. Por isso, não haverá restrição de eventos públicos, mas o governo pede que as “pessoas usem máscaras”.

O gestor disse que “não é recomendável fazer eventos com mais de 300 pessoas que não seja controlado apenas para pessoas vacinadas”. Ele reforçou que também é preciso usar máscaras e manter o distanciamento.

“A gente espera que os municípios sigam essas recomendações. Pode ter uma missa, alguns eventos, desde que sigamos os protocolos. Então, é possível ter um evento natalino sim, com luzes, desde que não se promova aglomeração, que se mantenha o uso da máscara. É preciso que as pessoas ajudem com seu comportamento, que evite o comportamento de risco”, destacou.

Ainda segundo o secretário, é preciso que as pessoas entendam que a pandemia continua e que os cuidados como distanciamento e uso de máscara são necessários. Ele descartou completamente a possibilidade da liberação do uso de proteção em locais abertos.

André Longo ressaltou que é possível fazer um evento no Natal ou réveillon, desde que a prefeitura ou órgão que promover o evento se comprometa em garantir o máximo de segurança sanitária naquele espaço onde ele será realizado.

“A gente sabe que as pessoas estão querendo consumir entretenimento. Não achamos que seja um pecado, mas para quem tomou suas duas doses, eventualmente até a dose de reforço. O melhor amigo do vírus é o entretenimento desorganizado, a falta de cuidado. Especialmente quando estamos vivendo a introdução de uma nova variante, que traz incerteza”, disse.

Antes das recomendações do governo, municípios se adiantaram e descartaram a realização de eventos.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217