Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quarta-feira, 23 de março de 2022

Sargento da PM de Alagoas é assassinado pela esposa

 


O 1º sargento da Polícia Militar de Alagoas Alessandro Fábio da Silva, assassinado nesta quarta-feira (23) em casa, no Conjunto Eustáqio Gomes, tinha 53 anos e estava na corporação desde 1991. A companheira do PM, que não teve o nome revelado, confessou que atirou nele e foi presa em flagrante.

Segundo o comandante do 1º Batalhão, onde o militar era lotado, ele tinha bom comportamento e era assíduo no trabalho. Sargento Fábio deixa dois filhos e uma enteada.

Além do 1º BPM, onde era lotado, o sargento Fábio já tinha passado pelo Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD), e pelos 4º, 5º e 8º BPMs.

Ainda de acordo com o G1 AL. no relatório policial da ocorrência consta que o militar foi baleado durante uma discussão com a companheira. O sargento chegou a ser socorrido por vigilantes do condomínio onde morava e levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Universitária, mas não resistiu aos ferimentos.

O velório do sargento foi marcado para 14h no Cemitério Memorial Parque, no Benedito Bentes, e o sepultamento deve ocorrer às 18h.

De acordo com a delegada Rosimeire Vieira, a arma usada no crime seria a pistola de calibre 380 que foi entregue na sede da Delegacia de Homicídios. A companheira do militar foi encaminhada para a audiência de custódia.

“Ela afirmou no depoimento inicial que eles tinham um relacionamento conturbado, que haviam ingerido bebida alcoólica e que era comum o casal fazer roleta russa. Mas que ele chamou essa madrugada e ela se negou. Foi quando brigaram e durante briga a arma disparou”, explicou a delegada.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217