Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

sábado, 16 de janeiro de 2021

Mesmo com a pandemia, Pernambuco fecha 2020 com aumento de 8,4% nos assassinatos

 

Do G1

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, Pernambuco fechou 2020 com um aumento de 8,4% nos números de homicídios, em relação a 2019.  Segundo dados divulgados, nesta sexta-feira (15), pela Secretaria de Defesa Social (SDS), no ano passado, ocorreram 3.759 assassinatos. Nos 12 meses anteriores, foram registrados 3.469 crimes desse tipo. Nesta sexta, o estado também apresentou o balanço dos homicídios em dezembro de 2020. No último mês do ano, foram registrados 301 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).  

Isso representa uma alta de 2,7% em relação ao último mês de 2019, quando houve 293 assassinatos em Pernambuco. Análise Ao apresentar o balanço dos índices de criminalidade no estado em todo o ano passado, a SDS formou que, na comparação numérica, entre os dois períodos analisados, 2020 teve 290 mortes a mais do que 2019.  Ainda segundo o governo, o ano passado teve menos casos do que 2018 (4.173), 2017 (5.428), 2016 (4.480) e 2015 (3.889). Por meio de nota, o governo justificou que 2020 “foi de aumento dos homicídios em todo o país, em especial no Nordeste”. Ainda segundo o estado, “mesmo em um período de grave crise econômica, o governo está focado na repressão aos crimes contra a vida, com o objetivo quebrar a curva ascendente e consolidar a retração dos grupos criminosos com atuação no tráfico de drogas e extermínio”. Conforme o balanço divulgado nesta sexta, 2.200 suspeitos de assassinatos foram presos, em 2020. Na nota, a SDS informou que “está trabalhando para, em breve, realizar convocações de aprovados em concursos de modo a reforçar todas as operativas de segurança”. Regiões O Agreste, segundo o estado, teve redução de 1,12% os casos de CVLI, em 2020. Passou de 895 para 885. Nas demais regiões, informou o governo, houve um aumento. Nos municípios metropolitanos (exceto a capital), os casos saíram de 1.010 para 1.057. Isso significa uma alta de 4.65%. Em 2020, o Recife teve 562 casos. Isso significa 71 assassinatos a mais do que em 2019. Isso representa uma alta de 14,46%. A Zona da Mata chegou ao fim do ano passado com 780 crimes, o que aponta para crescimento de 14,71%. 

Em 2019, foram 680. O Sertão passou de 393 para 475, uma diferença de 20,87%. Agressões domésticas As queixas de violência doméstica e familiar contra a mulher em Pernambuco fecharam o ano de 2020 em queda, tanto no total quanto no mês de dezembro. De acordo com a estatística mensal da Secretaria de Defesa Social (SDS), entre janeiro e dezembro houve uma redução de 3,47%. Em 2019, foram registrados 42.657 boletins de ocorrência desse tipo de crime e, em 2020, foram 41.175. Neste período, o Recife foi a região que apresentou a maior redução, de 10.651 para 9.238, o que equivale a uma queda de 13,27%. A capital teve o menor número de casos desde 2017. Quando comparados apenas os meses de dezembro dos dois últimos anos, a violência doméstica e familiar contra a mulher caiu de 3.805 (dezembro/2019) para 3.361 (dezembro/2020), ou seja, redução de 11, 67%. Neste período, o Recife apresentou a maior retração, de 21,06%, saindo de 888 (dezembro/2019) para 701 (dezembro/2020) registros desse tipo de crime. Estupros As estatísticas de estupro encerram 2020 com o menor número de casos em Pernambuco, nos últimos cinco anos, segundo o estado. No Recife e Região Metropolitana, foi o melhor resultado dos últimos 11 anos. No Estado, a redução foi de 12,77% no acumulado do ano de 2020.

 Foram 2.623 estupros, em 2019, e 2.288 casos, em 2020. Na capital pernambucana, a retração foi de 19,7%, saindo de 478 (2019) para 384 (2020) crimes de estupro. Neste mesmo período, na Região Metropolitana os números diminuíram de 756 para 611, o que representa queda de 19,18%. Em dezembro de 2020, houve retração no número de estupros em todas as regiões do estado, quando comparado a dezembro de 2019. Em Pernambuco, os registros diminuíram 29,82%, caindo de 218 (dezembro/2019) para 153 (dezembro/2020). No Recife aconteceu a maior retração, de 50%, saindo de 52 casos em dezembro de 2019 para 26 no mesmo mês em 2020. Mortes de mulheres As estatísticas também apontam para o aumento de Crimes Violentos Intencionais (CVLI) contra vítimas do sexo feminino e de feminicídios, tanto no acumulado do ano como no mês de dezembro. Em Pernambuco, os homicídios contra mulheres passaram de 199 para 237, quando comparados os períodos de janeiro a dezembro dos anos de 2019 e 2020. Isso representa um aumento de 19,1%. No mês de dezembro, a notificação desse tipo de crime subiu 64,3%, saindo de 14 casos em dezembro de 2019 para 23 casos em dezembro de 2020. Os crimes de feminicídio aumentaram 33,3%, quando se contabilizam os meses de janeiro a dezembro de 2019 e 2020. 

Os registros saíram de 57 para 76 casos. No último mês de dezembro nove mulheres foram mortas em feminicídios, contra cinco do mesmo período de 2019, um aumento de 80%.

  Lista das 13 localidades sem assassinatos em 2020 


Afrânio, Fernando de Noronha, Granito, Iguaracy, Ingazeira, Itacuruba, Moreilândia Palmeirina, Parnamirim, Quixaba, Santa Filomena, Terezinha e Vertente do Lério.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217