Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

segunda-feira, 12 de julho de 2021

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA SE TORNA ROTINA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO - Os casos estão cada dias mais expostos nas redes sociais

 

Consternado pelo crescente impacto do feminicídio na realidade atual, o Portal Agreste em Alerta em parceria com a delegacia da mulher de Garanhuns vem a público expressar seu pesar e repúdio contra todo ato de violência (física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial) praticado contra às mulheres em solo brasileiro.

"A discriminação de gênero é uma chaga social, que mesmo sofrendo negação por múltiplos atores sociais, precisa ser debatida e combatida com firmeza. A realidade tem sido cruel com as mulheres há muitos séculos. A violência real, simbólica e estrutural as atinge sem distinção de raça, escolaridade e posição social."

"Entre tantos casos de violência que estão sendo compartilhados, o que vemos são agressores que parecem não temer as leis e continuam cometendo atos extremos contra mulheres que, em sua maioria, são suas companheiras que confiaram estar ao lado do inimigo. Eu, particularmente, sofri dentro de um relacionamento abusivo e sei o quanto é aterrorizante você viver 24 horas com medo das reações do opressor. Cabe a sociedade não se calar, lutar junto as mulheres que ainda não sabem se defender e assim amenizar a dor de tantas famílias que perdem suas parentes todos os dias para essa situação desenfreada." Esses foram os depoimentos de duas leitoras assíduas do nosso portal que se sensibilizaram com a nora de repúdio e nos enviaram seus comentários.

Nesse contexto, urge que homens e mulheres se irmanem no objetivo comum de superarem todo o ódio, orgulho e egoísmo que maculam os relacionamentos humanos porque, se todos são iguais perante a lei, é necessário que o respeito à vida e ao próximo coexistam como prioridade número um na superação da mentalidade machista, que ainda enxerga a mulher como sexo frágil, submisso e incapaz de ocupar um lugar ao sol.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217