Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

'Marcelo da Silva não matou Beatriz. Vocês vão se surpreender com esse caso', afirma advogado do suspeito


Um dia após divulgar uma carta, supostamente escrita por Marcelo da Silva -suspeito de matar Beatriz Angélica Mota-, uma coletiva de imprensa foi realizada nesta quarta-feira (19), com o objetivo de esclarecer os questionamentos por parte da nova defesa de Marcelo. Em entrevista, o advogado Rafael Nunes informou que conversou com o seu cliente, que contou ter assumido o crime ao ser 'pressionado'. Apesar de afirmar que tem certeza que o crime não foi cometido por Marcelo, Rafael não trouxe novas informações, apenas a carta, e reforçou questionamentos. 

"Assumi a defesa nesta semana e, no primeiro contato que tive com ele, Marcelo externou a vontade de pedir socorro. Ele falou para mim ‘eu sou inocente’. Quando o questionei ele disse que confessou na base da pressão. Falou que estava desacompanhado do advogado e, se tinha algum advogado lá, ele não foi informado’. Essa carta foi o primeiro contato que eu tive com ele. Evidentemente eu ainda preciso conversar com ele por mais tempo para poder entender o que de fato aconteceu. Eu ainda não tive acesso ao processo", afirmou o advogado.

A pressão, citada por Marcelo, não foi identificada pelo advogado, que presume ter sido feita pelo delegado, policiais penais, entre outras pessoas que estavam presentes no momento do depoimento.

Não estou acusando ninguém, mas lógico que ninguém vai dar pressão em frente às câmeras. Não informaram quem era o advogado e nem que ele tinha direito de ficar calado, em um momento desses a gente confessa até o que não fez", reforçou a defesa.

Ainda segundo Rafael Nunes, a carta teria vindo à tona após Marcelo revelar que está com medo de ser morto. 

"Ele externou a vontade de pedir socorro porque está aflito, perdido, com medo de morrer. Marcelo está isolado no presídio de Igarassu. Ele não tem tendência suicida, ele quer que seja mantida a vida dele" revelou Rafael.

Do Diario de Pernambuco.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217