Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

sexta-feira, 18 de março de 2022

TEM O DEVER DE PROTEGER - Policial civil estupra presa na carceragem da Delegacia de Plantão de Caruaru, e é preso em flagrante

 


Um servidor público de 44 anos foi preso acusado de estuprar uma mulher dentro da 14ª Delegacia de Polícia Civil localizada em Caruaru.  

Francisco de Assis Fernandes Barbosa é agente da Polícia Civil em Pernambuco. O caso teria ocorrido no último dia 17. O agente foi detido e, após a audiência de custódia, a Justiça decretou sua prisão preventiva. Na decisão o magistrado disse que a prisão preventiva é para garantir a ordem pública e para preservar o nome da Polícia Civil,.

Segundo apurou o portal Agreste em Alerta, a vitima  havia sido presa no último dia 16 de março e estava pernoitando em uma cela da 14ª DP, local onde ocorreu o estupro. Em suas alegações, o policial disse que a relação sexual fora consensual, entretanto, o depoimento da mulher contraria esta versão. 'Ele disse que se eu não mantivesse relações com ele, o mesmo entraria na cela", relatou a mulher em depoimento que ainda salientou que o  agente estava portando uma arma.

Ainda segundo informações apuradas pelo Agreste em Alerta, o ato foi gravado por câmeras de segurança ocorrendo dentro da própria cel. 

As imagens mostram a mulher sendo obrigada a praticar sexo com o agente mediante humilhação.

COMO FOI

A vítima tinha, apenas, pedido água ao agente, que passou a exigir que a mesma mostrasse os seios, as nádegas e praticasse sexo oral com o mesmo, o que foi rejeitado. Após isso, segundo informações obtidas pelo portal, Francisco obrigou a mulher a fazer  masturbação nele, sem no entanto ter tido conjunção carnal com a vítima.  Após ter a prisão preventiva decretada, o agente foi recolhido a uma unidade do sistema prisional no Agreste de Pernambuco.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217