Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8812-6217 WhatsApp

Clique na imagem para efetuar sua compra.

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Jailson Inovattion TV - Clique na imagem para entrar em contato com o vendedor

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Juiz ordena bloqueio de mais de 2 milhões de empresa que executou obras com problemas em Garanhuns.


A Justiça acatou o pedido da Prefeitura de Garanhuns de bloquear os valores pagos à GL Empreendimentos LTDA — ME, obrigando a empresa a, alternativamente, devolver os valores repassados para obras de infraestrutura no município ou refazimento das mesmas — sendo elas obras de pavimentação asfáltica e paralela nas localidades João da Mata, na Boa Vista, e Indiano, no bairro Severiano Moraes Filho. A decisão foi expedida pelo juiz da Vara da Fazenda Pública da Comarca Garanhuns, Glacidelson Antônio. 

O prefeito Izaías Régis comentou a decisão e enfatiza que a medida é bem recebida, visto que o Governo Municipal tentou, de várias formas, em contato direto com a GL Empreendimentos, novas possibilidades de resolver os problemas encontrados após a execução das obras nessas localidades. “Temos responsabilidade com as nossas ações e acompanhamos de perto o desenrolar das obras. Desde que identificamos o problema, buscamos solução, como não tivemos retorno da empresa, determinei que a Procuradoria acionasse judicialmente a empresa para a reparação das vias ou a condenação de devolução dos recursos”, completa o gestor. 

De acordo com a Procuradoria Geral do Município, caso a empresa não consiga ou apresente motivações para não refazer as obras no João da Mata e no Indiano, a mesma terá que devolver à Prefeitura o quantitativo equivalente a mais de 2 milhões e 300 mil reais, para que assim, a gestão municipal possa contratar uma nova empresa para refazer as obras com problemas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217