Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quinta-feira, 3 de junho de 2021

Preso homem que fugiu de hospital em Jacobina ao ser comparado a retrato falado do caso Beatriz

 


homem que fugiu do Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho (HMATS), em Jacobina, nesta terça-feira (2), após ser comparado ao retrato falado do suspeito da morte da menina Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, de 7 anos, em um colégio particular de Petrolina, foi preso na cidade de Pindobaçu - distante cerca de 88 quilômetros de Jacobina. O crime aconteceu em dezembro de 2015.

Segundo informações apuradas pelo Jacobina Notícias, após descer da van em que viajava, um policial civil teria suspeitado do homem e, junto com guardas municipais de Pindobaçu, abordaram e efetuaram a prisão. Ele está sendo interrogado pela polícia, para descobrir o motivo pelo qual fugiu do hospital em Jacobina depois de ser comparado com o retrato falado. 

No depoimento preliminar, conforme apurou a reportagem, ele contou à polícia que fugiu do hospital "porque cometeu um crime em Fortaleza". O homem teria confessado o assassinato da esposa. A polícia continua o interrogatório para saber se há alguma relação do suspeito com o caso Beatriz.


Fuga

Policiais militares da 24ª CIPM realizaram buscas ao suspeito desde às 15h20, quando ele pulou um muro do hospital e desapareceu. Antes, o homem chamou atenção de uma pessoa na unidade que o achou parecido com o do retrato falado divulgado pela polícia (veja abaixo) para conseguir chegar ao autor do crime contra a criança. 

Após ser ouvido pelos policiais militares, ele se aproveitou de um momento em que retornava para enfermaria e fugiu, sendo encontrado horas depois em Pindobaçu.

Mãe de Beatriz

A mãe de Beatriz, Lúcia Mota, falou com o Jacobina Notícias sobre a importância de as pessoas denunciarem. "Agradeço muito a vocês de Jacobina, e às pessoas de todos os lugares que acharem alguém suspeito e denunciarem", disse Lúcia à reportagem, destacando que, mesmo com as buscas pelo suspeito na cidade, as pessoas de outros municípios que suspeitarem de alguém devem acionar a polícia, assim como foi feito em Jacobina.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217