Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8857-0534 WhatsApp

Clique na imagem para outras informações

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Pastor é preso por manter a esposa e filhas em cárcere privado há 6 anos em Garanhuns

 


Um homem de 57 anos foi preso por volta do meio dia desta quinta, 07 de outubro, no bairro da Cohab 2, acusado de manter esposa e filhos sob cárcere privado e de agredí-la.

A prisão foi efetuada por policiais da Delegacia da Mulher em Garanhuns, comandada pela experiente delegada Débora Tenório, graças a uma denúncia feita no Dique 100 / Ligue 180. Os agentes encontraram a vítima, de 29 anos e dois filhos, de 3 e 5, trancados em uma residência da Cohab II. O local era precário, não tinha camas e na despensa havia apenas arroz e macarrão instantâneo.

Ao ser indagada a mulher negou que tivesse sendo mantida em cárcere mas, após uma série de perguntas feitas pelos policiais da Deam, foi constatado que ela há seis anos, desde que casou com o suspeito, não sai de casa sozinha e que passa o dia trancada, ficando a chave da casa em poder do companheiro, que trabalha o dia inteiro em uma transportadora, além de desempenhar as funções de pastor na Igreja Visão de Deus.

Vizinhos disseram à polícia que nunca viram a mulher saindo de casa e que era comum ouvirem gritos de brigas e possíveis agressões contra a vítima. Ela mora há seis anos em Garanhuns e não tem parentes na cidade. Uma das filhas da vítima apresenta o espectro autista e as agressões e brigas na residência deixavam a menor em choque.

No momento da prisão, o Adalberto Rodrigues Pinto, negou as acusações, mas diante do flagrante presenciado pelos policiais, ele foi capturado e encaminhado à Delegacia da Mulher e passará por audiência de custódia.

Segundo informações, o pastor tem ficha criminal e já respondeu processo por estupro de vulnerável e violência doméstica. As investigações continuam e estão a cargo da Delegacia da Mulher coordenada pela delegada titular Débora Bandeira, em Garanhuns que, desde que foi implantada na cidade, vem desempenhando um papel importantíssimo na prevenção e proteção das nossas mulheres contra uma triste epidemia chamada violência doméstica.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217