Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8812-6217 WhatsApp

Clique na imagem para efetuar sua compra.

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

A M SEMENTEIRA - Mudas de hortaliças e legumes

A M SEMENTEIRA -  Mudas de hortaliças e legumes

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

Rua Melo Peixoto - Centro - Garanhuns - PE - Fone: (87) 9. 9677-5705

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

CANIBAIS DE GARANHUNS: após dois dias de julgamento, sai sentença de trio de canibais por mortes de Gisele e Alexandra em 2012 em Garanhuns


O trio conhecido como canibais foi condenado na noite deste sábado (15/12), pelos homicídios de Giselly Helena da Silva, 31 anos, e Alexandra Falcão da Silva, 20 anos, mortas respectivamente em fevereiro e março de 2012 em Garanhuns. O júri aconteceu no Recife e durou dois dias. Jorge Beltrão Negromonte foi condenado por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver, furto qualificado e estelionato. Sua pena foi de 71 anos de reclusão. Já Isabel Cristina foi condenada a 68 anos de reclusão por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver e furto qualificado. Bruna Cristina foi condenada a 71 anos e 10 meses de reclusão por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver e furto qualificado. A sentença foi lida pelo juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti que presidiu o júri popular no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, Ilha Joana Bezerra, no Recife.

O trio conhecido como canibais foi condenado na noite deste sábado (15/12), pelos homicídios de Giselly Helena da Silva, 31 anos, e Alexandra Falcão da Silva, 20 anos, mortas respectivamente em fevereiro e março de 2012 em Garanhuns. O júri aconteceu no Recife e durou dois dias. Jorge Beltrão Negromonte foi condenado por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver, furto qualificado e estelionato. Sua pena foi de 71 anos de reclusão. Já Isabel Cristina foi condenada a 68 anos de reclusão por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver e furto qualificado. Bruna Cristina foi condenada a 71 anos e 10 meses de reclusão por duplo homicídio triplamente qualificado, ocultação e vilipêndio de cadáver e furto qualificado. A sentença foi lida pelo juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti que presidiu o júri popular no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, Ilha Joana Bezerra, no Recife.

O assassinato da outra vítima, Alexandra da Silva Falcão, de acordo com a denúncia do MPPE, ocorreu no dia 12 de março de 2012, também na residência dos acusados. Alexandra teria sido chamada por Bruna para trabalhar como babá de uma criança que ela apresentava como filha, enquanto Isabel ficou à espreita para garantir a execução do plano. Na residência dos réus, enquanto conversava com Bruna, a vítima foi atingida também por um golpe de faca na garganta desferido por Jorge, por meio do qual faleceu. Segundo os autos, em seguida foi arrastada para o banheiro, onde foi esquartejada por Jorge e Bruna. Parte dos restos mortais teria sido consumida pelos três e o que sobrou do corpo foi enterrado também numa cova feita por Jorge no quintal da sua residência. Os três foram presos em casa em abril de 2012 em Garanhuns e confessaram as mortes.

1ª CONDENAÇÃO FOI POR MORTE DE MULHER EM OLINDA Em novembro de 2014 o trio foi condenado pela primeira vez por homicídio quadruplamente qualificado, vilipêndio (violação) e ocultação do cadáver de Jéssica Camila da Silva Pereira, 17 anos. O crime ocorreu em maio de 2008 em Olinda. Jorge Beltrão Negromonte da Silveira pegou 21 anos e seis meses de reclusão e um ano e seis meses de detenção, totalizando 23 anos. Já as rés Isabel Cristina Torreão Pires e Bruna Cristina Oliveira da Silva pegaram 19 anos de reclusão e um ano de detenção, totalizando 20 anos.

 V&C Garanhuns

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO PORTAL Ligue 87 9. 8812-6217