Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8834-9192 WhatsApp

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

Sandro refeições

Sandro refeições

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Eletrônica Pc Games

Eletrônica Pc Games
Pop-shop Garanhuns

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

EM PERNAMBUCO: Sete PMs presos por extorquirem motoristas em falsas blitze

No momento da prisão, falsa blitz da Lei Seca estava montada em Porto de Galinhas.

Acusados agiam no Litoral Sul de Pernambuco e cobravam entre R$ 1.000 e R$ 1.500 para a liberação dos condutores.

Sete policiais militares foram presos acusados de montarem falsas blitze da operação Lei Seca no Litoral Sul de Pernambuco para extorquir dinheiro de motoristas. Os servidores paravam em torno de 10 a 15 carros por noite e cobravam entre R$ 1.000 e R$ 1.500 para a liberação dos condutores. A operação que retirou os PMs das ruas na noite deste sábado (19) envolveu a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), polícias Militar e Civil.

“No final do ano passado, recebemos uma denúncia e, a partir de então, instauramos um Procedimento Administrativo. As investigações prosseguem e, a partir da divulgação, possivelmente devem aparecer mais vítimas”, explicou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

Os militares acusados são do 18º Batalhão da PM, sediado no Cabo de Santo Agostinho. No momento da operação, a falsa blitz da Lei Seca estava montada em Porto de Galinhas. Os policias foram autuados por crime militar na Delegacia de Polícia Judiciária Militar da PMPE (DPJM), no Comando Geral da PM, no Quartel do Derby, e estão detidos no Batalhão de Choque. Nesta segunda-feira (21), serão apresentados à Justiça. Eles foram enquadrados no artigo 305 do Código Penal Militar e responderão não apenas na Justiça Penal, como também em Procedimento Administrativo Disciplinar.

“A Polícia Militar jamais vai tolerar comportamentos inadequados de seus integrantes. A resposta a qualquer desvio de conduta será sempre embasada pelo rigor da Lei, em respeito à sociedade pernambucana e à imensa maioria de seus militares, pessoas honradas que vestem com orgulho sua farda, entregando todos os dias a própria vida em defesa de cada um dos pernambucanos”, ressalta o comandante geral da PM, Coronel Vanildo Maranhão.

Op9

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420

J&N CARNES

J&N CARNES