Anuncie aqui!

Anuncie aqui!
QUER ANUNCIAR NO BLOG: E-mail: agresteemalerta@gmail.com Fone: (87) 9 8812-6217 WhatsApp

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

PRIME RASTREAMENTO E PROTEÇÃO AUTOMOTIVA

Sandro refeições

Sandro refeições

Cia da Construção e Madeireira.

Cia da Construção e Madeireira.

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade

Stop Lanches o Melhor Lanche da cidade
Org: Maciel.

Eletrônica Pc Games

Eletrônica Pc Games
Pop-shop Garanhuns

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.
Rua Joaquim Nabuco 33 Centro Garanhuns PE.

Maluquinha preço único

Maluquinha preço único
Avenida Santo Antônio, Centro Garanhuns-PE

quarta-feira, 13 de março de 2019

CRIAR UMA RETA: Em audiência no DNIT, deputado federal pede o fim da curva da Laranjeira, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco


DNIT estudará retificação da Curva da Laranjeira, na saída de Garanhuns
O diretor-geral do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), general Santos Filho, atendeu reivindicação do deputado federal Fernando Rodolfo (PR-PE), em audiência de que participaram também quatro vereadores de Garanhuns, e determinou a realização de estudos para retificação da chamada Curva da Laranjeira, conhecida como Curva da Morte, na BR-424, na saída de Garanhuns para Bom Conselho. 
“É um trecho muito perigoso, de acidentes frequentes e vários casos de mortes, no qual a lombada existente, seriamente desgastada, não surte efeito”, justificou Rodolfo. A solução técnica discutida na audiência será suavizar ou mesmo eliminar a curva, construindo um desvio em reta de cerca de 2 quilômetros. “Será um sonho realizado”, exultou a vereadora Luzia da Saúde, que acompanhou o deputado juntamente com Daniel da Silva, presidente da Câmara Municipal de Garanhuns, e os vereadores Audálio Machado Filho e Zaqueu Lins.
Duplicação- Outro tema da audiência foi a duplicação da BR-423, entre São Caetano e Garanhuns, antiga reivindicação da população do Agreste Meridional e promessa do governo federal que se arrasta desde 2011. O diretor-geral do DNIT anunciou que o projeto executivo e a licitação serão realizados este ano. 
O general Santos Filho informou que estão garantidos, este ano, R$ 10 milhões para a elaboração do projeto executivo, já que, segundo ele, pouco foi aproveitado do projeto da duplicação feito pelo governo de Pernambuco. Disse que a empresa que vencer a licitação para fazer o projeto executará também a obra, o que tornará o processo mais rápido.  
De acordo com o DNIT, a última estimativa dos custos da duplicação dos 80 quilômetros do trecho entre São Caetano e Garanhuns é da ordem de R$ 600 milhões, com previsão de conclusão em dois anos e meio.
“Além de maior segurança para uma rodovia que registrou mais de 90 acidentes no ano passado, com duas dezenas de mortes, a duplicação é fundamental para melhorar a infraestrutura e a logística. A obra atrairá novas empresas para a região, principal bacia leiteira do estado, e estimulará o turismo, beneficiando uma dezena de municípios com mais empregos e progresso”, assinalou Fernando Rodolfo.
O diretor-geral do DNIT ressaltou, na audiência, a importância de Rodolfo mobilizar a bancada pernambucana na Câmara dos Deputados e no Senado para apresentar emenda ao Orçamento da União de 2020 que contemple a duplicação da BR-423.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUER ANUNCIAR NO BLOG Ligue 87 9 9962-6354 / 9 8164-4420